sábado, 5 de maio de 2012

O XADREZ COMO MARKETING NAS ESCOLAS


Muitas escolas adotaram o  ensino curricular e até extracurricular do Xadrez. Até aí está tudo bem mas, visitando estas, há uma grande quantidade delas que apenas se utilizam do alto conceito que esta prática educacional e esportiva possui. Pode parecer que estou criticando o trabalho que ajudamos a construir ao longo de 25 anos no município de Marabá e Região. Porém, nossa presença nas Escolas nos permite o senso crítico de avaliar o que está acontecendo.

Nós ajudamos a construir o xadrez nas escolas e continuaremos a dar todo o apoio que for necessário. Avaliamos positivamente a evolução na quantidade de escolas e alunos praticantes e percebemos as estruturas existentes, ou melhor, a falta de estruturas em nossas escolas para acolher dignamente a logística necessária ao bom desempenho dos professores e alunos e a colheita de resultados positivos.


Em nossa avaliação, não basta querer ou ter o xadrez na escola. Quando falamos no assunto não faltam alunos, pais e dirigentes escolares apontando a presença da arte de Caíssa em seus ambientes educacionais. Ainda assim, esperamos o avanço necessário e, que se dê continuamente, sempre colocando um "tijolo" de cada vez. Há escolas sem condições e outras com a mesma condição de sua implantação, ou seja, com o mínimo necessário.


Convém ressaltar que nossas escolas ao serem construídas deixou de oferecer várias estruturas para os projetos que se sucederam. Muitos espaços foram improvisados para acolher esse e aquele projeto. Mas, pouco se pensou nas possíveis ampliações. De fato, constatamos vários projetos educacionais e as escolas se espremem, se adequam, mudam horários e etc.

Com a chegada do Projeto Mais Educação, do Governo Federal, lançado no Brasil no ano de 2008 e aportado em Marabá no ano de 2010 e 2011, introduziu-se várias ações de complementação educativa visando a recuperação dos alunos com baixo rendimento escolar, possibilitou mais um desafio que as escolas tiveram de superar.


O Programa Mais Educação, criado pela Portaria Interministerial nº 17/2007, aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos como acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica. Todas estas ações macro foram traduzidas em projetos de letramento, matemática, dança, judô, capoeira, informática, futebol, radio escolar, xadrez e etc. Tudo pensando-se numa educação com jornada integral.

Em relação ao xadrez, não vamos focalizar o Mais Educação que ainda está em fase de implantação em muitas Escolas, podemos lançar nosso olhar em outras escolas públicas e privadas, nas quais percebe-se ainda um pouco esforço de aprimorar esta atividade educativa. Apesar do baixo valor necessário à sua implantação, temos visto muitas escolas com materiais inadequados, professores que ainda trabalham de forma improvisada, faltando-lhe, inclusive, uma sala apropriada, ou seja, em cada turma um novo arranjo de mesas e cadeiras e etc. Também falta ao professor material didático e recursos pedagógicos, tudo isto, influenciando no nível de aprendizado enxadrístico.

Mesmo carente de recursos as escolas fazem o seu trabalho e ainda não conseguiram perceber, discutir, avaliar tudo o que está sendo feito. Tudo passa por investimento. Um professor de matemática possui o seu livro de suporte, o de Português e etc. Não dá para se trabalhar a Gramática, a Literatura e etc, sem apoio do livro, seja para o mestre, seja para os alunos. Para o professor de Xadrez este recurso inexiste.

Mas, mesmo assim, o marketing do xadrez está muito bom. Temos visto o bom trabalho de marketing em jornais, revistas, reuniões de pais e etc. No entanto, por conta de tudo acima mencionado, temos ainda uma pouca participação das Escolas e Alunos nos Jogos Estudantis de Marabá. O xadrez oferta diversos benefícios aos seus praticantes por desenvolver a inteligência. Enfim, iniciamos um debate sobre a qualidade do ensino de xadrez nas escolas. Não é uma crítica ácida. É uma reflexão sobre o que pode ser melhorado e trazer melhores resultados.

Os problemas não enfrentados tornarão a surgir futuramente, com uma conta bem maior. Os arranjos feitos dão um resultado imediato e de curto prazo. Encontramos escolas superlotadas e com mau funcionamento elétrico, ou seja, dada a significativa quantidade de aparelhos de computador e de centrais de refrigeração, a energia cai a cada dois minutos.

A chegada do Xadrez nas Escolas, uma boa jogada de Marketing poderá, se implementadas as mudanças necessárias, traduzir-se em benefícios à todas as disciplinas, às famílias e à sociedade em geral. Acreditamos que a mudança virá. Faremos nossa parte!

terça-feira, 1 de maio de 2012

PABLO SALERMO É BI DO TORNEIO DO TRABALHADOR

O BICAMPEÃO PABLO SALERMO RECEBE TROFÉU
DA PROF. CHRIS DO SESI MARABÁ
Dia de sol brilhante, céu de anil, temperatura super agradável e muita gente nas festividades comemorativas ao dia 1º de maio, Dia do Trabalhador. Um colorido de pessoas alegres, bonitas e famílias simpáticas, compondo o cenário juntamente com as cores da natureza o verde das folhagens e o vermelho e amarelo das muitas flores. É assim o SESI preparou sua grande homenagem ao trabalhador da industria, com direito a Culto Ecumênico, Hino Nacional e uma boa dose de organização.

MIGUEL ÂNGELO A ALEGRIA DE MAIS UM
TROFÉU ENTREGUE PELA SRA. AVA
O Clube de Xadrez sente-se muito agradecido em poder participar do dia 1º de maio, na realização do 2º Torneio do Trabalhador, com 12 participantes inicialmente. O evento foi promovido pelo Sistema Suíço em 05 rodadas de 10 minutos.

GUSTAVO QUADROS, UM BELO SORRISO E O
TROFÉU DE 3º LUGAR ENTREGUE PELA PROFª ROSANI
Na galera, fazendo a torcida e mantendo o papo em dia, as esposas e filhos. Dava até para sentir a satisfação por este encontro e, do outro lado, a paz e a tranquilidade para boas partidas de xadrez. O evento foi prestigiado por fortes enxadristas locais como: CHRISTIAN Loyola, MIGUEL Ângelo e PABLO Salermo e GUSTAVO Quadros.


RICARDO VINÍCIUS E A MEDALHA DE 4º LUGAR
MERECIDOS PARABÉNS
O enxadrista PABLO Salermo venceu suas cinco partidas disputadas, com 100% de aproveitamento tornou-se bicampeão do Torneio do Trabalhador. Seus adversários foram:Arnilson, Gustavo Quadros, Christian Loyolla, Miguel Ângelo e Gabriel Betânio. Assim, conquistou mais um bonito troféu de campeão do SESI Marabá.

O 5º LUGAR GABRIEL BETÂNIO

O enxadrista Miguel Ângelo venceu ao seguintes adversários: Gabriel Ramos, Christian Loyolla e Ricardo Vinícius. Teve uma partida empatada contra Gustavo Quadros e uma única derrota, para Pablo Salermo. Miguel também foi o vice do 1º Torneio do Trabalhador. Levou para casa o troféu de vice campeão, mais um para sua estante.

ARNILSON RECEBE LINDA MEDALHA DE
6º LUGAR DA PROFª LAURA
O garoto Gustavo Quadros foi o terceiro colocado e mostra seu crescimento esportivo entre os adultos e principalmente entre os garotos de sua categoria. Conseguiu vencer aos seguintes adversários: Pedro Henrique, Gabriel Ramos e Ricardo Vinicius, empatou na disputa com Miguel Ângelo e perdeu para o grande campeão Pablo Salermo.


Para não alongar nossa postagem, registramos o encerramento da cerimônia de premiação, nosso destaque muito especial à Comissão Organizadora do SESI, a Profª Chris, Gilka, Vitória, Odete e a sua Gerente Soraya Remor. Por fim, a alegria de todos os presentes em alguns flashs:






domingo, 29 de abril de 2012

FASES SELETIVAS NOS DIAS 12 E 13 DE MAIO NO ACY BARROS


Já teve início o trabalho de divulgação nos estabelecimentos de ensino público e privado, das Fases Seletivas dos Campeonatos Marabaenses das categorias Sub-12, 14, 16 e 18 anos. A Escola Acy Barros, sediada na Agrópolis do Amapá (INCRA) nos dias 12 e 13 de maio de 2012. Estas competições foram antecipadas do calendário oficial para que possa servir de preparação aos IV Jogos Estudantis Marabaenses da modalidade de xadrez, aonde teremos o tempo de reflexão (21 minutos), semelhante ao praticado nos Jogos Estudantis Marabaenses.

A Fase Seletiva da Categoria Sub-12 anos vai classificar os três primeiros atletas habilitados à disputarem a Fase Final e os jogos acontecerão no próximo dia 12 de maio com início às 08 horas da manhã, na Escola Acy Barros. Poderão participar enxadristas menores de 12 anos de ambos os sexos, obedecendo o critério do nascimento, para nascidos a partir de 01 de janeiro de 2.000.

A Fase Seletiva da Categoria Sub-14 anos já conta com três enxadristas já classificados à Fase Final. Estes atletas conseguiram suas classificações na primeira disputa da seletiva realizada no dia 14 de abril de 2012 nas dependências do Grupo Futuro Educacional, são eles: Gabriel Betânio (Colégio Monte Castelo), Jackeline Iasmin (Anísio Teixeira) e Patrick Daniel Fraga (Anísio Teixeira). Os atletas do Sub-14 anos, exceto os classificados, terão nova oportunidade na última Fase Seletiva que acontecerá no próximo dia 12 de maio na Escola Acy Barros, para nascidos a partir de 01 de janeiro de 1998, de ambos os sexos.


A segunda Fase Seletiva da Categoria Sub-16 anos vai acontecer no próximo dia 13 de maio a partir das 08:00 horas da manhã na Escola Acy Barros, para nascidos a partir de 01 de janeiro de 1996 de ambos os sexos. A Categoria Sub-16 anos já realizou a sua primeira seletiva (14 de abril) e apontou os seguintes classificados à Fase Final: Gustavo Quadros, Gabriel Betânio (Colégio Monte Castelo) e Ricardo Vinícius (A Fazendinha).

A Categoria Sub-18 anos já realizou a sua primeira Fase Seletiva no dia 15 de abril no Grupo Futuro Educacional e apontou os seguintes classificados: Gustavo Quadros, Ricardo Vinícius (A Fazendinha) e Gabriel Betânio (Colégio Monte Castelo). Mais três classificados serão definidos na Fase Seletiva Sub-18 anos no próximo dia 13 de maio às 08:00 horas da manhã na Escvola Acy Barros, para nascidos a partir de 01 de janeiro de 1994 de amobos os sexos.

Visando maior número de participantes a diretoria do Clube de Xadrez Marabá deliberou a gratuidade das inscrições para inscrições efetuadas até o dia 10 de maio de 2012, nos demais casos as inscrições serão cobradas ao valor de R$ 20,00 para não sócios do Clube de Xadrez. Os interessados poderão fazer a sua inscrição por e-mail: cxmaraba@yahoo.com.br ou pelo telefone 8166-1616. As inscrições deverão conter o nome, data de nascimento com documento comprobatório, nome da escola e a categoria pretendida.