sexta-feira, 26 de novembro de 2010

245 - Rio de Janeiro: Uma cidade reagindo tardiamente

Morros, Favelas, Drogas e a ausência do poder público, o resultado é a guerra na cidade maravilhosa. Podemos creditar a favelização, a ocupação dos morros e o comércio livre de drogas a falta de ação de muitos gestores públicos. A omissão e a falta de políticas públicas como saúde, segurança, educação, habitação, saneamento e no social, tudo isto fez surgir um território abandonado e assenhorado pelo crime organizado.

Mas, não podemos sair por aí culpando esse ou aquele político. Me lembro que no Governo de Leonel Brizola já havia uma situação insustentável de violência. Uma realidade que nunca foi enfrentada de frente. Quando digo de frente, é com a presença do governo, com ações que preencham as necessidades das comunidades.




O Rio de Janeiro é, hoje, o melhor exemplo do que acontece quando as autoridades não sabem o que fazer e deixam tudo para depois. Quando eles imaginam que é assim mesmo, que não há nada que possa ser feito. Mais algo de novo está sendo feito. As instalações das UPP´s - Unidades de Polícias Pacificadoras com a instalação de projetos sociais vem varrendo os traficantes de drogas.



A realidade é cruel. Intenso tiroteio na avenida Nossa Senhora da Penha, na favela Vila Cruzeiro, zona norte do Rio de Janeiro, provocou pânico entre moradores. No terceiro dia de ataques, a Polícia Militar do Estado realiza operações em 17 favelas da região metropolitana para conter a violência. Desde domingo, houve carros incendiados, metralhados e bases da polícia atacadas.


Mas, o que tem isso a ver com Marabá? Nada. Cada cidade com a sua realidade, com seus problemas. Aliás, a polícia tem feito muito. Sua atuação tem lotado o presídio e delegacias. Está faltando lugar para colocar tanta gente.


Acontecimentos recentes dão conta de que o alerta foi acionado. Desmantelamento de mais um Disque Drogas, Tentativa de fuga com explosão de bomba no Presídio e muita apreensão de drogas e etc. Nas praças e proximidades dos bancos muita gente em situação de exclusão social. Morando e dormindo em qualquer lugar, cheirando drogas e etc.



Quando você for a uma agência bancária dê uma olhada nas imediações e vejam o risco que você está correndo.


Nas praças públicas não vai ser difícil encontrar usuários de drogas. O município está crescendo, a violência também e muito precisa ser feito pelo social, pela educação, pelo esporte, saúde e etc. Que Deus nos ajude!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

244 - SERÁ QUE A PRESIDENTE DILMA JOGA XADREZ?

Reportagem da Rede Record de Televisão, matéria produzida em 23 de agosto apresenta a atual Presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, com a face demonstrando um pouco de perplexidade e simpatia, segurando nas mãos duas peças de xadrez.


A Presidente Dilma Rousseff estava acompanhada de Paulo Skaf (ex-presidente da Fiesp) e José Eduardo Cardoso. Ela vem aprendendo rápido com seu padrinho político, o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Um exemplo aconteceu hoje de manhã, quando ela ganhou um tabuleiro de xadrez durante uma visita a uma escola profissionalizante de São Paulo.




Ao receber o presente, Dilma foi direto para as peças que representam o Rei e a Raínha. Depois de olhar um pouco, ela disse que rei e rainha estavam um pouco "fora de moda" antes de trocar os dois pelo Peão, a mais modesta das peças. Um bonito gesto que demonstra humildade e respeito ao povo brasileiro.


Agora, será que a presidente Dilma Rousseff joga xadrez? Eu não sei dizer, se sim ou se não. Pelo menos a foto já nos agrada pela maneira alegre em que segura uma peça de xadrez. Tomara que a Dilma seja uma incentivadora, temos muitos políticos que jamais viram ou sabem para que serve o jogo de Xadrez e tal desconhecimento serve para ignorar a importância deste esporte para as pessoas e para o Brasil, uma pena.


O gesto de Dilma nos fez lembrar do saudoso Dr. Geraldo Mendes de Castro Veloso, ex-prefeito de Marabá e importante incentivador do enxadrismo marabaense. O grande Prefeito, lembro muito bem, tenho as fotos, compareceu a cerimônia de entrega de premiação no auditório da Universidade Federal do Pará. Estiveram acompanhando o excelente prefeito os secretários municipais Wilson Teixeira e Albertina Moreira dos Reis (in-memória) respectivamente Sedect e Semed. Naquele tempo os secretários eram vistos nas ruas. O Clube de Xadrez Marabá em agradecimento pelos esforços do gestor municipal o agraciou com certificado de reconhecimento por relevantes serviços prestados ao Clube de Xadrez. Aliás, o certificado está exposto na Biblioteca do Colégio Estadual Geraldo Veloso, juntamente com outras honrarias.


Foto de Dilma Rousseff por Julia Chequer/R7
Texto do artigo original: Wanderley Preite Sobrinho e Julia Chequer, do R7

243 - BLOG DO CXMARABÁ ESTÁ "BOMBANDO”

Pouco mais de 04 meses e cresce o interesse dos internautas por notícias sobre o Xadrez e, em especial, do Clube de Marabá. O contador registra 5.200 acessos. Esta é a marca de acessos aos assuntos do Clube de Xadrez Marabá, contabilizados desde o mês de junho de 2010. O número é fantástico, demonstra a importância e o peso do Clube para a cidade, praticantes e simpatizantes do Xadrez. Ainda não findou novembro e a impressionante marca chega a 1.626 visitas neste mês, podendo alcançar a 2.000 visitas, será?


Temos uma média, hoje, bem elevada de visitas diariamente. Os números oscilam de 80 (ocorridos neste 22/11) a 150 (registrados no dia 15/11) acessos. É maravilhoso. O número vem numa crescente, mês a mês, vejam no quadro abaixo:


Algumas postagens receberam grande número de visitantes e ainda continuam sendo pesquisados. Destaques paras o artigos mais visitados, veja abaixo:
Ao todo o blog registra 5.235 internautas que visitaram e o número ainda vai crescer. Até o final do mês esperamos ver este número muito ampliado. Vejam agora a relação dos países que mais visitaram o Blog:
 

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

242 - ISRAELENSE BATE RECORDE MUNDIAL DE SIMULTÂNEAS

O israelense Alik Gershon, Mestre Internacional de Xadrez entrou para o Guiness Book ao disputar 523 partidas simultâneas de xadrez, isto é, ao mesmo tempo. Essa façanha foi realizada no dia 22 de outubro. Foi o maior número de partidas simultâneas, superando a marca anterior de 500 partidas.


Alik Gershon de 30 anos de idade venceu 86% das 523 partidas contra jogadores amadores. O grande evento foi realizado na Praça Yithzak Rabin em Tel Aviv. Para estabelecer o recorde mundial ele precisava vencer pelo menos 80% das disputas. A marca anterior foi estabelecida com o número de 500 partidas simultâneas e pertencia ao iraniano Morteza Mahjoob em agosto de 2009, com o tempo de 18 horas de duração e com menos de 5 segundos para cada movimento no tabuleiro.




Gershon teve um desempenho acima do esperado, venceu 454 partidas, perdeu 11 e empatou 58, proeza realizada após 19 horas de jogos simultâneos.


Não bastasse apenas jogar, ele ainda conseguiu ganhar a grande maioria dos confrontos. Foram exatamente 454 vitórias. Com o título, ele entrou para o Guinness, o Livro dos recordes com o maior números de partidas simultâneas.


Mais informações:
http://esportes.r7.com/mais-esportes/noticias/mestre-de-xadrez-israelense-disputa-523-partidas-simultaneas-e-entra-para-o-livro-dos-recordes-20101022.html