sábado, 21 de julho de 2012

SEGUNDA SELETIVA AO MARABAENSE SUB12 NO DIA 11 DE AGOSTO

FOTO DA PRIMEIRA SELETIVA DO MARABAENSE SUB-12 ANOS
12 DE MAIO - ESCOLA ACY BARROS

Alguns ajustes estão sendo feitos no Calendário para o Segundo Semestre de 2012. Tendo em vista o desejo de coordenar as ações, por termos um quadro técnico reduzido, vamos fazendo as alterações para que possamos realizar as competições programadas para o Calendário de 2012.

A Segunda Seletiva à Final do CAMPEONATO MARABAENSE SUB-12 ANOS acontecerá no próximo dia 11 de agosto a partir das 14h00 na Escola Acy Barrros na Agrópolis do Amapá (INCRA). O evento visa selecionar mais três competidores à Fase Final. As inscrições para este evento serão realizadas momentos antes de iniciarmos a competição e não será cobrada a taxa de inscrição. Daí, esperamos o apoio de várias escolas que possuem enxadristas nesta categoria.

Na Primeira Seletiva realizada no 12 de maio, na Escola Acy Barros e desde já encontram-se aguardando a competição final, os seguintes bons atletas:

1. Pedro Henrique de Souza - Escola Acy Barros;
2. Lídio Gabriel Sanabria Loyolla - Escola Futuro Educacional e,
3. Moisés Miranda Lourenço - Escola Artur Guerra.

A Fase Final do CAMPEONATO MARABAENSE SUB-12 ANOS já está marcada para o próximo dia 25 de agosto (sábado) a partir das 14h00 na Escola Acy Barros. As disputas acontecerão pelo Sistema Round-Robin (Schuring) com o tempo de 30 minutos nocaute, sem a obrigatoriedade de anotação dos lances.


PARTICIPANTES E ORGANIZADOS DA SELETIVA SUB-12 ANOS
ESCOLA ACY BARROS


MUDANÇAS NO CALENDÁRIO DO SEGUNDO SEMESTRE

Convém, divulgar alguns compromissos de ordem pessoal, como uma viagem à Goiânia (GO), ainda no final de julho e começo do mês de agosto.

Ainda em tempo, temos programação do Clube de Xadrez Marabá para os dias 09, 10 e 11 de agosto, mesmo período em que acontecerão as disputas dos SUPER JEP'S - JOGOS ESTUDANTIS PARAENSES - FASE ESTADUAL. Nesta empreitada estará representando a Região de Marabá a atleta JACKELINE IASMIN DE S. AGUIRRE acompanhada do seu técnico e treinador Gileno Rocha.

As datas de agosto foram remanejadas visando compromisso do Clube de Xadrez fora do estado do Pará, de 16 a 20 aonde estaremos presentes.




Imagem de Xadrez Total (AI Mauro Amaral - SP)

OFICINA DE XADREZ PARA O PÚBLICO FEMININO ADULTO

Atendendo a várias solicitações o Clube de Xadrez Marabá estará ofertando uma OFICINA DE XADREZ PARA O PÚBLICO FEMININO ADULTO que será promovida na Escola Acy Barros na Agrópolis do Amapá, na Cidade Nova, nos dias 01 a partir das 14h00 e 02 de setembro a partir das 08h00 com inscrições gratuítas. Serão apenas 24 vagas e já começamos a fase de inscrição, bastando apenas fornecer o nome, data de nascimento, local de trabalho, endereço, telefones fixos e celulares e endereço de e-mail.

Esta é uma novidade no Calendário do Segundo Semestre.

Oportunamente registramos que fizemos pesquisa na internet sobre Oficinas para o público feminino adulto e não encontramos nada a respeito. Então, não vamos perder a oportunidade.

Também estamos nos preparativos para o início do PROJETO XADREZ NA ESCOLA: Um lance de mestre, publicado no Diário Oficial do dia 06 de julho, aguardando a liberação do recurso para início dos primeiros procedimentos.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

TERCEIRA IDADE: O XADREZ É UMA EXCELENTE TERAPIA


Autor: Profº Adriano Pena Ribeiro Lemos

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a saúde é o mais alto estado do vigor mental e físico, a qual colabora para o equilíbrio e completo bem-estar. O Xadrez, criado há mais de 3 séculos antes de Cristo é praticado atualmente, sobre um tabuleiro de 64 casas, em que se fazem mover diversas peças ou figuras. Hoje o Xadrez é o segundo esporte mais praticado no mundo, fascinando milhões de pessoas em diversas partes do planeta. A utilidade do Xadrez se expande para as mais diversas áreas de conhecimento, dentre elas, a matemática, na computação, na administração e até no desenvolvimento de outras modalidades esportivas, o que contribui para uma boa saúde.

A maior comprovação da contribuição do Xadrez para a saúde, vem dos primórdios da origem do xadrez. Conta a lenda que um determinado rei recebeu a notícia que seu filho havia falecido em uma guerra. O rei então se recolheu e seus aposentos e só aparecia para receber seus ministros e sábios. Com o passar dos dias, mais se agravou angústia e a tristeza que oprimiam o coração do rei. De que poderiam servir os ricos palácios, os elefantes de guerra, os tesouros imensos, se já não mais vivia a seu lado aquele que fora sempre a razão de sua existência? Depois de alguns dias surgiu um moço pobre e modesto que se chamava “Lahur Sessa” querendo falar com o rei já a muito tempo. O rei resolveu atender o pobre moço que queria lhe dizer que inventou um jogo que pudesse distraí-lo e abrir seu coração para novas alegrias. O rei achou o jogo tão interessante que começou a aprender a jogar. Em poucas horas de aprendizado e muitas perguntas o rei começou a derrotar os seus dignos vizires e começou também a se sentir mais feliz. O jogo naquela época, com formato original, simulada uma Guerra de dois exércitos. Com o tempo, o jogo foi evoluindo até chegar aos dias atuais com esta forma que conhecemos e regras que jogamos.

Analisando a lenda ilustrada, concluímos que o rei fez do Xadrez uma espécie de terapia para sua vida, de modo que através dele, a felicidade se fez presente quando jogava. Dessa forma, podemos observar ainda que a palavra felicidade está diretamente ligado ao bem estar, ao contentamento, ao bom resultado, êxito ou seja, qualidade ou estado de quem é feliz.

Aprofundando, recentes estudos elaborados por três pesquisadores do University College, em Londres, demonstraram que a felicidade está diretamente ligada ao bom funcionamento do sistema endócrino e cardiovascular. Analogicamente podemos concluir que o rei gostou tanto do Xadrez que se sentiu mais feliz e deixou a moléstia de lado. Atualmente os apaixonados pelo Xadrez dizem que este esporte é como a música e o amor, são capazes de estimular a produção de hormônios do bem estar e deixar o homem mais feliz.

Durante vários anos de prática de Xadrez e observando a evolução dos alunos pude constatar que a maior parte dos enxadristas são felizes diante de um tabuleiro. Eles dizem que o Xadrez traz uma felicidade em nossa vida e serve como terapia para uma vida mais feliz, saudável, que é uma atividade prazerosa para descansar a mente. Consoante, muitos psicólogos já indicam o Xadrez aos seus pacientes que tem uma vida estressada e agitada com a finalidade de relaxar e acalmar. Nesse sentido constatamos também o uso no auxílio ao tratamento da depressão e do cansaço mental, pois ele estimula o pensar (raciocinar) beneficiando o paciente com a calma e tranquilidade pois o momento de cada lance traz o silêncio da partida para o cerebro. Outra relação do Xadrez com a saúde é que 99% das pessoas que o praticam durante sua vida, não desenvolvem doenças como “Mal Alzheimer” e mal de “Mal de Parkinson” é de se considerar que esse rol é apenas exemplificativo, pois existem muitas outras doenças que poderíamos citar.

Quanto a uma curisosidade é que um dos homens mais velhos do mundo ganhou uma aposta na Inglaterra. Alec Holden vivia na inglaterra e tinha 90 anos e dizia que “iria viver eternamente”.

Com essa brincadeira, Alec apostou em uma casa de aposta que viveria ate os 100 anos e voltaria para pegar o prêmio. O “centro de avaliação de chances” (como um amigo meu caracteriza tais lugares) “William Hill” (nome da tal casa) aceitou a proposta e acolheu as 100 libras do jogador, prometendo pagar-lhe, caso ele sobrevivesse mais 10 anos, a importância de 25 mil libras, algo em torno de 100 mil reais. Isso porque a casa avaliou que tal aposta permitia a chance de somente 1 vez ser bem sucedida entre 250 tentativas semelhantes. Agora que ela sabe que o “velhinho soprou suas 100 velinhas” e amarga um tremendo prejuízo, acaba de subir a idade mínima em casos similares para 110 anos. Não foi informado se Alec quererá renovar sua aposta e concorrer nesse novo, digamos, “patamar etário”.

Vocês devem estar se perguntando: onde está o xadrez nesta história? É simples! Quando perguntaram sobre o que ele havia feito ao longo de sua vida inteira para não somente atingir o centenário de idade, mas ainda estar com muita saúde, lucidez, disposição e, mesmo que pareça exagero, uma boa dose de jovialidade, ele respondeu: “eu sempre como mingau no café-da manhã e Jogo Xadrez todos os dias! Aha!  "O perfeito equilíbrio na vida: mingau para o corpo e Xadrez para a mente! Tudo a ver!

Hoje em dia existe também a terapia do Xadrez dirigida especialmente para os que não vão bem nos estudos. O introdutor desse método em São Paulo é o psicólogo Estevan Matheus, que atende sobretudo pré-adolescentes e adolescentes. "Enquanto ensino os lances do jogo, puxo conversa sobre a vida em casa, na escola e com os amigos", conta Matheus. "O resultado é compensador. Dá para notar um bom reforço cognitivo, que se traduz em maior concentração e melhora das notas" diz Estevan Matheus a uma entrevista publicada no site “www.saude.abril.com.br”.

Dessa forma, está comprovado, devemos cuidar bem da nossa saúde física, sempre lembrando que a saude mental é a base de uma vida mais saudavel, pois, velha conhecida e mais, grande aliada “Mente sã, corpo são” diz tudo. Então, vamos á prática do Xadrez!

“Uma vida saudável está em uma boa alimentação e na pratica diaria de xadrez”.
Autor: Prof. Adriano Pena Ribeiro Lemos

Enxadrista Daiane Geralda da Silva (Bacharel em Direito)
Rua Dom José Gaspar 51 A - Araxá - MG

quinta-feira, 19 de julho de 2012

MEMÓRIA: 10 DICAS PARA TURBINÁ-LA


Pessoas descansadas, atentas e interessadas tendem a fixar mais as lembranças


A memória é uma das funções mais complexas e importantes do cérebro humano. Quando seu rendimento cai surgem dificuldades no trabalho, na escola e na vida social, e uma das suas causadoras é o ritmo de vida acelerado, podendo afetar todas as classes sociais e faixas etárias.
— Dificuldade de memória, mesmo entre pessoas jovens, é uma queixa muito comum. Na maioria das vezes, essa dificuldade não é causada por doenças cerebrais específicas, mas conhecendo o processo de fixação e evocação é possível melhorar muito a capacidade de memória de uma pessoa — explica o neurologista Leandro Teles.

O processo de memorização se inicia com a percepção de um estímulo. Devemos prestar atenção nele e destacá-lo dos demais, já que nem todos são importantes. O cérebro deve atribuir relevância ao estímulo para enfim memorizá-lo. No entanto, é importante que a pessoa esteja apta a fixar o estímulo: descansada, atenta e interessada.

Confira 10 dicas do especialista:

1. Procure um ambiente adequado — muito importante trabalhar e estudar em ambientes apropriados. Silenciosos, iluminados e organizados. Assim, o estímulo que interessa se destaca e a memorização é facilitada.

2. Faça uma coisa de cada vez — esse é o principal erro. Fazemos várias coisas ao mesmo tempo. Pensamos em diversos problemas e deixamos passar os dados que seriam relevantes. Identifique as prioridades do momento, entre para resolver aquele problema, se desligue do resto. Seguindo essa recomendação, você logo perceberá que os episódios de esquecimentos serão cada vez mais raros.

3. Esteja descansado — o bom funcionamento cerebral depende de descanso. Dormir ao menos 8 horas ininterruptas de sono por noite, com qualidade. Tirar férias de tempos em tempos, praticar atividades de lazer. Sem isso o cansaço cerebral te levará aos lapsos de memória.

4. Alimente-se bem — a alimentação influencia na capacidade de memorização. Prefira alimentos de fácil digestão, fracionados durante o dia e em quantidade moderada. Refeição pesada e quantidade exagerada desloca o fluxo sanguíneo para os intestinos e o cérebro fica mais lento e preguiçoso. Para ajudar ainda mais, beba bastante água.

5. Evite medicamentos para dormir — muitos remédios para dormir são usados indiscriminadamente. Alguns deles podem afetar um pouco a capacidade de memorização. Use-os com bom senso e sempre com orientação médica.

6. Trate depressão e ansiedade — a depressão lentifica os processos cerebrais, o esquecimento pode ser um sintoma da depressão. Mesma coisa com a ansiedade. A pessoa muito ansiosa está sempre com uma pressão antecipatória, sofre antes da hora, preocupa-se antes da hora e se esquece de viver o momento. A ansiedade leva diretamente a problemas de atenção e concentração.
7. Exercite seu cérebro — saia da zona de conforto. Coloque seu cérebro para realizar coisas novas. Faça coisas rotineiras de um jeito diferente, mude os caminhos, a mão que você come e escova os dentes, troque o mouse de lado. Aprenda outra língua , um instrumento, um novo esporte... enfim, seja criativo e exercite seu cérebro como se fosse um músculo. Um cérebro treinado é muito mais confiável.

8. Evite álcool e cigarro — o álcool é um inimigo da memória. Você passa do ponto e já não fixa nada. A longo prazo o álcool pode levar à atrofia cerebral (redução do tamanho do cérebro) e a quadros graves de esquecimentos. O tabagismo é também um vilão, favorece isquemias cerebrais, mesmo que pequenas e imperceptíveis que com o passar dos anos pode acarretar problemas cognitivos.

9. Invente regras mneumônicas — é uma técnica milenar usada por muitos estudantes para decorar informações escolares de maior complexidade, como a tabela periódica, formulas de física, datas históricas, etc. Associamos uma informação difícil de ser memorizada a algo de maior facilidade, que tenha mais a ver com a gente, seja mais familiar. Uma boa regra mneumônica pode carregar uma informação por uma vida inteira. Essas regrinhas podem ser usadas com todo o tipo de informação, durante o dia-a-dia, facilitando o processo de evocação.

10. Reviva boas lembranças — memórias ligadas à emoção são mais facilmente fixadas. As emoções positivas têm prioridade sobre emoções negativas. Um fenômeno conhecido como memória seletiva. Viaje, encontre os amigos, reúna a família, viva com intensidade e otimismo, suas memórias serão mais vivas e resistentes. Recorde sempre das boas coisas que viveu, reveja álbuns de fotografia, vídeos antigos e remonte os momentos na cabeça. Quanto mais vezes algo é lembrado, mais firme fica a lembrança. Com o tempo, seu cérebro se empenhará cada vez mais em reter as experiências de vida.

[Fonte: ClicRBS]
http://vegakosmonaut.blogspot.com.br/2012/06/memoriadicas-para-melhorar.html

SUPER JEP's - AVISO IMPORTANTE

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ
SECRETARIA ESPECIAL DE PROMOÇÃO SOCIAL
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
SECRETARIA ADJUNTA DE ENSINO
NÚCLEO DE ESPORTE E LAZER
 

INFORME



SUPER JEP’S - FASE ESTADUAL CATEGORIA “ A “



 1.   Todas as informações referentes aos Jogos Estudantis Paraense 2012, inclusive regulamento geral e específico das modalidades, estão disponíveis no site:

2.    Os representantes dos municípios que nas Fases Regionais classificaram-se para a Fase Estadual que será realizada em Belém no período de 08 a 12 de agosto, deverão enviar a relação dos alunos/atletas atualizada, até o dia 20 de julho, para os e-mail:
assessoria.nel@gmail.com
rui.baeta@ibest.com.br

3.    No congresso técnico serão checadas todas as fichas individuais de alunos/atletas e demais fichas obrigatórias, todas deverão estar devidamente atualizadas e assinadas.

4.   Programação Jep’s Fase Estadual categoria “ A “.

Dia  07/08   -   16:00  Congresso  técnico
Dia  08/08   -   12:00  Chegada  das  delegações
                   -   18:00  Abertura dos jogos
Dia  09/08   -   Desenvolvimento dos jogos
Dia  10/08   -   Desenvolvimento dos jogos
Dia  11/08   -   Desenvolvimento dos jogos
Dia  12/08   -   Finais dos jogos
                   -   Saída  das  delegações

Obs:  Caso o representante da delegação não puder participar do Congresso Técnico, deverá enviar declaração que acatará as decisões tomadas pela Comissão  Técnica dos Jogos.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

A RELAÇÃO ENTRE A ATIVIDADE MENTAL E A MEMÓRIA



Recentemente, o The Wall Street Journal publicou um artigo assinado pelo Sr. Bernard Wysocki que abordava um tema muito debatido na sociedade científica norte-americana: a relação entre a atividade mental e a conservação da memória nas pessoas que passam dos 40 anos de idade.

Depois de ser os pioneiros na Saúde Física, os norte-americanos estão dedicados atualmente na manutenção de seus cérebros em forma. Daí os diferentes estudos realizados por respeitáveis instituições científicas sobre este importante tema.

No artigo mencionado, expõem-se vários conselhos para evitar a deterioração da memória. Desde determinadas dietas ricas em VITAMINA A, E e antioxidantes naturais, até dormir o suficiente, maior utilização da mão contrária, fazer exercícios diários e tratar de diminuir as situações que provoquem stress.

Assinala também que o enfoque mais popular para manter afinada a memória constitui em seu treinamento ativo, o que alguns especialistas denominam Ginástica Mental Aeróbica. Para tal efeito, a Universidade da Califórnia, em Los Angeles, oferece cursos de treinamentos da memória, de cinco semanas de duração, baseados em diferentes provas cognoscitivas e conselhos práticos.

Baseados no princípio de que órgão que não se exercita se atrofia, e de estudos recentes que reforçam o critério de que a memória é como um músculo flácido que pode ser tonificado mesmo em idades avançadas é que se popularizaram as propostas da Ginástica Mental como terapia eficaz para evitar a erosão da memória relacionada com a idade. Entre os exercícios recomendados estão jogar brigde, resolver palavras-cruzadas e quebra-cabeças ou aprender um idioma. Isso é, estas atividades podem fazer pelo cérebro o que os abdominais fazem pelo corpo.

Corroborando os resultados positivos da Ginástica Mental, o Instituto Nacional de Envelhecimento dos Estados Unidos tornou público o maior estudo clínico já realizado sobre o exercício da memória; examinou 2,800 pessoas de 65 anos ou mais. Conclusões: cerca de 26% das que receberam um treinamento normal mostraram uma melhoria substancial. Em outro subgrupo, onde os participantes fizeram exercícios de velocidade de processamento, 87% mostrou uma melhoria muito superior.


R E F L E X Õ E S

Depois de conhecer estes estudos e as conclusões correspondentes, onde se defende o critério de que a atividade mental é fundamental para a manutenção da memória e a atividade geral do cérebro, pergunto-me: que outra atividade pode se constituir numa ferramenta perfeita e possivelmente mais efetiva do que as mencionadas anteriormente para cumprir os princípios de uma verdadeira Ginástica Mental?

A resposta é simples: o Xadrez. Ou acaso uma partida de Xadrez não se constitui, por si só, num exercício mental, onde, a cada instante, o cálculo, a velocidade de processamento e organização de uma ampla gama de informações e a tomada de decisões são fundamentais?

Calcular árvores de variantes e encontrar soluções sob a pressão de um tempo determinado é, por si só, um treinamento mental completo, onde, ademais, fatores desportivos e psicológicos obrigam o jogador a ser sumamente exato no processo mental que implica na busca e comprovação de soluções.

O Xadrez, que é uma das mais interessantes criações do engenho humano, é uma atividade intelectual que se constitui num elemento sumamente importante dentro de diferentes atividades que podem servir para a realização de estudos sobre o comportamento do cérebro. Poucas atividades mentais podem comparar-se ao jogo-ciência como exemplo de processamentos de dados e organização de ideias em busca de solucionar problemas sob determinadas situações complexas e variáveis.

A riqueza temática do Xadrez é incalculável, já que inter-relaciona elementos científicos, artísticos, lógicos, matemáticos, filosóficos, psicológicos, estratégicos e táticos. Estas aplicações permitem assegurar que o Xadrez é uma Ginástica Mental Integral de infinitas potencialidades de investigação no campo da Saúde Mental. Sua prática contribui para prolongar as faculdades intelectuais.

Entendo que não está longe o dia em que os Cientistas dedicados às investigações do cérebro tomem muito a sério o Xadrez como uma ferramenta fundamental para o estudo de diferentes aspectos relacionados com a memória, o processo do pensamento e toda a atividade do cérebro, o mais complexo e perfeito órgão que possui o ser humano.


Bibliografia principal consultada:
The Wall Street Journal, abril / 2003.
Ajedrez para todos, Curso Básico, ISLA - Cuba, 2003.


Artigos do MI Nelson Pinal em espanhol na web Ajedrez Espectacular

Fonte: Ajedrez Espectacular

Extraído de: http://www.torre21.com/modules/articles/article.php?id=56

domingo, 15 de julho de 2012

546 - UMA LINDA MULHER - RICHARD GERE & JULIA ROBERTS

Considerado um conto de fadas dos dias atuais, este filme garantiu o estrelato à dupla de atores Julia Roberts e Richard Gere.

Conta a história da prostituta moderna, que não beijava seus clientes na boca para não se envolver romanticamente, até que conheceu um príncipe pouco (e muito) encantado...

Sinopse: O filme conta a história de uma atraente garota de programa que conhece por acaso um homem milionário, que a contrata por uma semana e que acaba apaixonando-se por ela. Nesse período, ela se transforma em uma mulher elegante, para acompanhá-lo em compromissos sociais. No entanto, os dois começam a se envolver e a relação patrão/empregada modifica-se para um relacionamento entre homem e mulher.

Os dois acabam se apaixonando verdadeiramente e terão que enfrentar tudo e todos para poderem vivem esse grande amor, que é cercado de muitos preconceitos da sociedade, pelo fato dela ser uma simples prostituta do subúrbio e ele, um homem conceituado perante as pessoas.

Elenco:
Ator Papel
Julia Roberts Vivian Ward
Richard Gere Edward Lewis
Ralph Bellamy James Morse
Jason Alexander Philip Stuckey
Laura San Giacomo Kit De Luca
Hector Elizondo Barney Thompson
Larry Miller Mr. Hollister
Alex Hyde-White David Morse
Amy Yasbeck Elizabeth Stuckey
Elinor Donahue Bridget
Judith Baldwin Susan
Jason Randal Magician
Bill Applebaum Howard
Tracy Bjork Female Guest
Gary Greene Male Guest
Billy Gallo Carlos


Curiosidades:- Na primeira versão do roteiro de Pretty Woman, a personagem "Vivian" usava cocaína e era parte do acordo entre eles que ela deveria ficar sem usar drogas durante o prazo de uma semana em que conviviriam.
- O ator Richard Gere realmente toca piano em cena, tendo inclusive composto a música que toca no filme.
- A ópera que "Edward" e "Vivian" assistem é La Traviata, em que uma prostituta se apaixona por um homem rico.
- Pretty Woman foi a primeira vez que Julia Roberts e Richard Gere atuaram eles voltaram a se encontrar quase dez anos depois, em Noiva em fuga, em 1999.
- Foi o último filme do ator Ralph Bellamy.
- No pôster do filme o cabelo de Richard Gere aparece castanho, mas no filme ele está grisalho. Já com Julia Roberts houve uma montagem, com a cabeça da atriz sendo colocada juntamente com o corpo de outra atriz, chamada Shelley Michelle.
- Bilheterias: EUA (US$ 178,406,268); restante do mundo (US$ 285,000,000). Total: US$ 463,406,268.

Comentários:
Melody em 17/12/2011Nota: 10
Clássico!! Julia Roberts e Richard Gere são atores com o timing perfeito para esse gênero de filme. Não que façam feio em outros tipos de produção, mas, esse estilo, para mim, é o que eles fazem de melhor. Gosto muito do fato de a mocinha dessa história ser imperfeita, foram essas imperfeições que tornaram a personagem uma das garotas de programa mais famosas do cinema, referência até hoje.

Ana Lucia da Silva em 29/09/2011Nota: 9
...Filme bem legal e divertido.É um tipo de filme que já sabemos o que vai acontecer,o bonitão milionario se apaixona pela bela prostituta.Mesmo sendo um filme cheio de clichês,sempre quando passa eu assisto.Eu gosto muito da trilha sonora,e principalmente quando Julia Roberts dá o troco na loja de roupas.


Fontes:


CORRUPÇÃO E EDUCAÇÃO NA AMAZÔNIA (2)

Do mesmo modo que o campo, por mais fértil que seja sem cultivo não pode dar frutos,
assim é o espírito sem estudo. (Cícero)

O Ministério da Educação gastou R$ 15,2 bilhões em repasses aos municípios em 2011 para melhorar a educação básica, mas em muitas regiões o objetivo não vem sendo atingido. Na região amazônica, onde os dados sobre desempenho escolar são desanimadores, os recursos estão indo pelo ralo da corrupção e do desperdício.


Agora, a Pública analisou relatórios de auditorias da CGU (Controladoria-Geral da União) em 32 cidades nos estados da região Norte entre 2010 e 2011. Os dados compilados a partir dos relatórios revelam indícios de corrupção e problemas na gestão do dinheiro da educação. Em vez de chegar às escolas, a verba repassada pelo governo federal se perde em irregularidades diversas. A Pública organizou essas irregularidades em 5 tipos: má administração, despesas irregulares, falta de prestação de contas, ausência de controle social e casos de desvios de finalidade.

Após as visitas a essas 32 cidades do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, os técnicos da CGU registraram 619 irregularidades, o que resulta numa média de quase 20 por município. Do total de problemas detectados, quase 40% se referem a má gestão; cerca de 30% indicam despesas irregulares (que podem ser fraudes em licitação e superfaturamento, por exemplo); e 17% apontam ausência de prestação de contas – um forte indício de corrupção.

A falta de controle social, principal mecanismo para fiscalizar a aplicação das verbas, foi detectada em vários municípios. Os relatórios apontam 57 irregularidades nesse campo, indicando que os Conselhos Municipais de Educação – criados para que a sociedade possa monitorar as políticas públicas em Educação – não estão funcionando.



PROBLEMAS NA GESTÃO: FALTA DE PROFISSIONALISMO E DE CONTROLE
Os relatórios analisados pela Pública indicam um quadro de despreparo dos funcionários em diversas cidades: foram 241 irregularidades por falta de controle administrativo, uma média de 7,5 por cidade.



Mas de que irregularidades estamos falando? Os relatórios trazem casos de ineficiência de controle de estoque e de distribuição de alimentos; recursos aplicados fora do prazo; erros na contratação de responsáveis por obras, falha na elaboração de projetos básicos pra creches; falta de controle sobre dados dos veículos e dos condutores nos programas de transporte; inadequação ou ausência de ficha de matrícula dos alunos; e falta de conhecimentos técnicos para alimentar o sistema informatizado de distribuição de livros – o que resulta em erros na distribuição de livros didáticos.


Isso significa que mesmo os sistemas criados para melhorar a gestão dos recursos estão sendo mal utilizados ou subutilizados em algumas prefeituras da Amazônia.

“Um dos grandes desafios do país nas próximas décadas é criar burocracia de qualidade nos estados e municípios”, afirmou, em entrevista recente, o cientista político Fernando Abrucio, da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, referindo-se ao corpo de funcionários que administra os programas de Educação em cada município. Para o pesquisador, tem havido inovações em matéria de políticas públicas, mas ainda falta “criar uma estrutura burocrática que dê conta do longo prazo”.


Fonte:
http://br.noticias.yahoo.com/corrupção-e-educação-na-amazônia.html?page=2
http://ambientalnoserido.blogspot.com.br/2012/04/educacao-saude-moradia-direitos-basicos_11.html
http://www.coisadenerd.com/tag/educacao/
http://esbocais.com.br/outros/outros-44-revolucao/
http://heliodeaguiar.blogspot.com.br/2012/06/greve-da-educacao-publica-na-bahia.html
http://combatendoosistema.blogspot.com.br/2011/02/corrupcao-pobreza-educacao.html