sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

PRIMEIRA REUNIÃO DE DIRETORIA DE 2013

 
 
Com vistas ao ano que se inicia, diante de idéias, propostas, projetos e a celebração do primeiro Centenário da Cidade de Marabá, atendendo a uma solicitação da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, por meio do Sr. Secretário Erton Vigne (o Gaúcho) e Heriomar Pereira.
 
 
O atual Secretário e a Diretoria do Clube de Xadrez Marabá estiveram reunidos no dia 28 de novembro e acertaram os direcionamentos para o evento que celebrará o aniversário da cidade, no próximo dia 05 de Abril, onde espera receber um projeto, o mais rápido possível, que possa contemplar o Xadrez nesta data tão relevante para o nosso amado município.

 
Na reunião que tivemos com o candidato João Salame no dia 1º de setembro de 2012, boas notícias e idéias recebemos. Dentre elas, de fazer no Centenário de Marabá um grande acontecimento, um grande campeonato com muitos participantes, trazer um campeão brasileiro e deixar na história de nossa cidade.
 

Algumas idéias surgiram e acredito que com o nosso encontro, cada um vai poder dar a sua opinião, sugestão e se engajar para a elaboração do projeto e sua execução.
 

Afim de definir o nosso projeto para a Celebração de 100 anos de instalação do município de Marabá, convidamos a todos os dirigentes do Clube de Xadrez para contribuir com este projeto. A nossa reunião acontecerá no próximo dia 08 de janeiro de 2013 a partir das 20 horas. Restando apenas definir o local que será divulgado neste blog e enviado para todos os diretores do Clube de Xadrez Marabá.


Reunião de Diretoria
Pauta: Projeto 100 anos de Marabá
Dia: 08/01/2013 a partir das 20 horas
Local: a definir

domingo, 30 de dezembro de 2012

O JOGO DE XADREZ – DESENVOLVENDO HABILIDADES

O XADREZ DESENVOLVE A CONCENTRAÇÃO PARA TODAS AS ATIVIDADES SOCIAIS
 
Encerraremos este capítulo, escrito em três partes, dando continuidade ao assunto tratado na segunda parte. Este artigo, que trata um pouco sobre o desenvolvimento de habilidades enxadrísticas encerra o artigo.


No xadrez, o tempo todo está se criando jogadas, das mais simples às mais complexas, para se alcançar o objetivo proposto que são: capturar o adversário, proteger nossas próprias peças, atacar o Rei adversário, entre outras. Dessa forma, a prática do jogo parece potencializar o desenvolvimento de habilidades como: planejamento estratégico (atenção executiva), o manuseio das peças no tabuleiro (atenção seletiva) e a concentração no jogo (atenção sustentada).

 
Além dessas habilidades é possível observar sua interferência nas seguintes áreas do desenvolvimento (PINTO; CAVALCANTI, 2005):
 

ÁREA MOTORA: Coordenação viso motora, coordenação dinâmica manual, orientação espacial.

 
ÁREA COGNITIVA: Memória, atenção e concentração, raciocínio, antecipação e planejamento, bem como a sua linguagem.

 
ÁREA AFETIVO-EMOCIONAL: Socialização.

 
ÁREA ACADÊMICA: Construção do número e oralidade.


É necessário envolver-se pessoalmente nos desafios, sensibilizar-se, mobilizar-se, ousar acreditar que a escola pode se renovar a cada dia e que o conhecimento pode romper com preconceitos e rótulos associados aos alunos hiperativos, garantindo a eles o desenvolvimento de suas potencialidades.


Esta pesquisa é apenas o começo do novelo que o problema do TDAH apresenta hoje nas escolas. Há muito ainda por desenrolar, pesquisar e estudar sobre o assunto na busca de melhores alternativas.


Este artigo foi provocado pela leitura da revista Super Interessante ed. 306 - julho / 2012 páginas 56 a 58. Também, introduzimos o artigo de Elizabeth Kuchiniski de Francisco sobre o Xadrez e a Hiperatividade, publicado no site: http://paxc-xadrezescolar.blogspot.com.br/p/o-xadrez-e-hiperatividadetdah.html.
 
 
Francisco Arnilson de Assis é o atual presidente do Clube de Xadrez Marabá. É Licenciado em Letras e Literaturas Vernáculas pela Universidade Federal do Pará e escreve a Coluna Xeque-Mate no Jornal Opinião de Marabá - Pa.