sexta-feira, 30 de setembro de 2011

380 - CANCELADO O ABERTO DO BRASIL DE SANTA LUZIA - MA

Com muita tristeza o amigo Dombosco de Lima informa sobre o cancelamento do TORNEIO ABERTO DO BRASIL DE SANTA LUZIA. Recordo-me do entusiasmo pelo apoio recebido e a crença nesta grande realização que deu em nada.


As explicações sobre o cancelamento estão no link: http://xadrezbosco.blogspot.com/2011/09/i-aberto-do-brasil-santuario-santa.html


Pensando nisso lembro-me da realidade do município de Marabá. Mas, não dá para ficar lamentando. Também lembrei-me de Napoleão e sua filosofia de vida. Veja algumas de suas frases:

"A vitória pertence ao mais perseverante".

"A vitória não pertence aos mais fortes, mas sim aos que a perseguem por mais tempo".

"A impaciência é um grande obstáculo para o bom êxito".

"A imaginação governa o mundo".

"A primeira qualidade de um comandante é cabeça fria para receber uma impressão correta das coisas. Não deve deixar-se confundir quer por boas quer por más notícias".

"O entusiasmo é a maior força da alma. Conserva-o e nunca te faltará poder para conseguires o que desejas".

"Um líder é um vendedor de esperança".

"O homem superior é impassível por natureza: pouco se lhe dá que o elogiem ou censurem - ele não ouve senão a voz da própria consciência".

"A bravura provém do sangue, a coragem provém do pensamento".

"Há ladrões que não são castigados emobra nos roubem aquilo que é mais precioso: o tempo".

"Os sábios são os que mais buscam a sabedoria. Os tolos pensam tê-la encontrado".

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

379 - XADREZ E APRENDIZADO (A PARTIR DE 6 ANOS)

Mais do que lazer, o xadrez é um grande aliado na educação
Depois do futebol, o esporte mais praticado no mundo é o xadrez. E, assim como a bola, ele entrou na escola e disputa a paixão da garotada. De atividade extracurricular para ocupar alunos que ficam o dia todo no colégio, o xadrez passa cada vez mais a ser adotado como recurso pedagógico para o ensino de disciplinas como a matemática ou a história. Alguns colégios já tornaram o aprendizado no jogo de tabuleiro obrigatório. "Começamos com alunos de 10 a 12 anos, e o resultado e a aceitação foram tão bons que estendemos para os de 9 e pretendemos reduzir ainda mais a idade dos praticantes", conta a coordenadora pedagógica Silvia Azevedo, do Colégio Emilie de Villeneuve, em São Paulo. "Nossos alunos chegaram a produzir um jornal do xadrez, mostrando que o jogo se presta também ao ensino do português e das artes. Na matemática, é fantástico. A criança aprende a criar estratégias, o que a treina a buscar caminhos próprios para a solução de problemas", ressalta Silvia.



MINICAMPEÃO

A executiva Célia Regina da Silva tornou-se uma entusiasta do xadrez na escola. "Meu filho joga desde os 7 anos no colégio e acompanhei de perto o quanto isso estimulou o raciocínio lógico e a criatividade dele", diz. O garoto, Guilherme, agora com 9 anos, virou um craque no tabuleiro: é bicampeão interescolar em São Paulo, campeão paulista e brasileiro na categoria abaixo dos 10 anos. "O xadrez me ajudou a raciocinar mais rápido. Fiquei esperto e confiante", resume Guilherme.



MAIS ATENTOS

O professor de xadrez José Antonio Rosa lembra que o jogo, por desenvolver habilidades como a concentração, pode trazer muita ajuda a crianças com distúrbio nessas áreas, como as hiperativas. "O xadrez toma conta da atenção delas. Conseguem ficar paradas jogando", afirma. Outros benefícios da atividade, segundo ele, são o desenvolvimento do autocontrole, da paciência e da memória, além da capacidade de antecipar as ações. "A criança tem de prever a jogada do adversário e com base nisso preparar a sua. É um ótimo uso para a imaginação que não falta às crianças", conclui o professor Rosa.



MOMENTO DE APRENDER

Para o professor José Antonio Rosa, as crianças podem começar a aprender xadrez por volta dos 6 anos, mas aos 7 terão facilidade maior para praticar. "Nessa idade, elas estão mais abertas ao aprendizado, em fase de alfabetização, quando entram em contato com uma série de novos símbolos e linguagens", explica. Em três aulas, de acordo com o especialista, a criança está jogando, sabe mover as peças de forma básica. Em seis meses, começa a buscar estratégias nas jogadas e a entender um pouco de tática. Já pode participar de torneios escolares.

Depois do futebol, o esporte mais praticado no mundo é o xadrez. E, assim como a bola, ele entrou na escola e disputa a paixão da garotada. De atividade extracurricular para ocupar alunos que ficam o dia todo no colégio, o xadrez passa cada vez mais a ser adotado como recurso pedagógico para o ensino de disciplinas como a matemática ou a história. Alguns colégios já tornaram o aprendizado no jogo de tabuleiro obrigatório. "Começamos com alunos de 10 a 12 anos, e o resultado e a aceitação foram tão bons que estendemos para os de 9 e pretendemos reduzir ainda mais a idade dos praticantes", conta a coordenadora pedagógica Silvia Azevedo, do Colégio Emilie de Villeneuve, em São Paulo. "Nossos alunos chegaram a produzir um jornal do xadrez, mostrando que o jogo se presta também ao ensino do português e das artes. Na matemática, é fantástico. A criança aprende a criar estratégias, o que a treina a buscar caminhos próprios para a solução de problemas", ressalta Silvia.

REDAÇÃO DA REVISTA CRESCER
http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI16624-15146,00.html

terça-feira, 27 de setembro de 2011

378 - XADREZ NA GRADE EXTRACURRICULAR EM MINAS GERAIS

3/06/2011 Projeto de xadrez na grade extracurricular


O XADREZ VAI MELHORAR RENDIMENTO ESCOLAR
 Publicado no Clube de Xadrez - Portal de xadrez

A inclusão do jogo de xadrez como atividade extracurricular nas escolas públicas foi um dos temas analisados pela Comissão de Esporte, Lazer e Juventude da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, nesta terça-feira (31/5/11). Para tanto, a comissão aprovou parecer ao Projeto de Lei (PL) 786/11, do deputado João Leite (PSDB). Tramitando em 1º turno, o projeto, que trata dessa inclusão, segue para a apreciação da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária.

O projeto foi relatado pelo deputado Fabiano Tolentino (PRTB), cujo parecer acatou as emendas 1 e 2 da Comissão de Constituição e Justiça, e acrescentou mais duas de sua autoria. Originalmente a proposição inclui o xadrez como atividade extracurricular nas escolas de ensino fundamental e médio da rede pública estadual. As duas modificações da CCJ foram: suprimir a exigência de que somente profissionais habilitados ou filiados a entidades de xadrez possam ministrar a disciplina; e a autorização para que o Estado firme parcerias para treinamento de pessoal e compra dos equipamentos necessários para a atividade.

As emendas do relator Fabiano Tolentino tratam de adequações técnicas. A nº 3 suprime o termo "opcional" do artigo 1º, sob a alegação de que as atividades extracurriculares já são essencialmente opcionais. E a de nº 4 inclui um artigo com o objetivo de definir que a implantação da atividade deverá ser progressiva, priorizando as escolas situadas em áreas de maior vulnerabilidade social. O projeto é resultado do desarquivamento do PL 946/07, de autoria do mesmo parlamentar.

Em turno único foram aprovados pareceres dos PLs 508/11 e 982/11. O primeiro, de autoria do deputado Alencar da Silveira Jr (PDT), cria o Dia do Americano, a ser comemorado em 30 de abril, data da criação do América Futebol Clube. E o segundo, dos deputados Ivair Nogueira (PMDB) e João Leite, cria a Medalha do Mérito Desportivo, a ser concedida pelo Governo do Estado, em 23 de abril.

Audiência Pública - A comissão aprovou ainda requerimento do deputado Tadeu Martins Leite (PMDB), para a realização de audiência pública conjunta das Comissões de Esporte, Lazer e Juventude e de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo. O objetivo é debater as dificuldades enfrentadas pelas cidades pré-selecionadas como centros de treinamento para a Copa 2014.

Presenças - Deputados Marques Abreu (PTB), presidente; Fabiano Tolentino (PRTB) e Bruno Siqueira (PMDB).

Responsável pela informação: Assessoria de Comunicação - www.almg.gov.br

Saiba mais:
http://www.jusbrasil.com.br/
http://www.noticiainterativavirtual.com.br/

Fonte: Site: http://www.clubedexadrez.com.br/



2/05/2011 Uso de xadrez em sala de aula melhora rendimento de alunos


Do Jornal da Band

Raciocínio, lógica e concentração. Tudo que é exigido no xadrez pode ajudar um aluno a aprender mais e melhor. É por isso que o jogo é usado por professores em salas de aula. Numa escola do interior de Minas, depois que as peças e o tabuleiro entraram no currículo, as notas aumentaram.

Em 2004, foi organizado em Conceição do Rio Verde o primeiro campeonato de xadrez da cidade. Duas pessoas se inscreveram. Hoje existem mil moradores registrados no clube de xadrez. E toda a semana, 380 alunos da rede municipal usam o tabuleiro e as peças do xadrez como material escolar. Desde 2007, a aula de xadrez faz parte do currículo oficial das cinco escolas municipais da cidade.



29/04/2011 - Internautas podem jogar xadrez com astronautas da ISS

Folha de São Paulo

Os astronautas Greg Chamitoff e Greg Johnson, que viajam nesta sexta-feira rumo à ISS (Estação Espacial Internacional), desafiaram os terráqueos a jogar uma partida de xadrez durante os 14 dias que dura sua missão.

Esta será a segunda partida cósmica da história. A primeira foi organizada em 2008 pela Nasa (agência espacial americana) e a USCF (sigla em inglês da Federação de Xadrez dos Estados Unidos), quando Chamitoff, a bordo da ISS, competiu com os jogadores da Terra.

O público saiu vencedor graças à ajuda dos campeões de xadrez da Escola Primária Stevenson, em Bellevue (Washington), mas Chamitoff não se deu por vencido e quer a revanche.

A partida será interativa e o público pode sugerir ou votar em uma jogada de xadrez antes de os membros da federação decidirem qual lance realizar.

A Nasa e a USCF utilizarão as redes sociais Twitter e Facebook para notificar aos participantes sobre a situação da partida e o momento para votar sobre os movimentos.

"O xadrez é um grande jogo que desafia a mente e ajuda os jovens a desenvolverem habilidades de pensamento crítico que serão úteis em matemática, ciências e todos os aspectos de suas futuras carreiras", disse Chamitoff.

Ele e Johnson jogarão xadrez a quase 400 quilômetros de distância da Terra. O jogo será retransmitido pelo site da USCF.

Chamitoff, que realizará duas caminhadas espaciais durante a missão do Endeavour, é fã de xadrez. Durante os seis meses que passou no laboratório espacial em 2008, levou junto seu tabuleiro.

O lançamento do Endeavour está previsto para esta sexta-feira, às 16h47 (horário de Brasília), da base de Cabo Canaveral (Flórida), no centro espacial Kennedy. Será a última viagem deste ônibus espacial, após 19 anos a serviço da Nasa. Matéria na Folha.



23/03/2011 - Franceses são suspensos por trapaça na Olimpíada de xadrez

Folha.com
Carolina Araújo, de São Paulo


Três jogadores de xadrez da França foram suspensos por participar de um esquema de trapaça durante partidas da Olimpíada de xadrez do ano passado, em Khanty-Mansiysk, na Rússia.

O mestre internacional (a segunda maior honraria do xadrez) Cyril Marzolo é acusado de usar mensagens de celular para transmitir para o grande mestre (a graduação máxima do esporte) Arnaud Hauchard, capitão do time francês, os lances que programas de computador sugeriam para os jogos do grande mestre Sebastien Feller.

No xadrez, é proibida a utilização, durante as partidas, de engines - Os softwares que analisam os jogos.

Marzolo, 32, acusado de mandar cerca de 200 SMS com lances para Hauchard, 39, foi suspenso por cinco anos pela Federação Francesa de Xadrez, que investiga o caso desde outubro, quando se encerrou a Olimpíada.

Feller, 20, que jogou nove partidas e teve grande desempenho no torneio, recebeu pena de três anos longe do esporte e mais dois anos de serviços comunitários.

Sua punição foi amenizada devido à sua pouca idade. O atleta, que está jogando o Campeonato Europeu, nega as acusações e pode recorrer.

Já Hauchard, que, segundo a federação, admitiu o esquema, não poderá atuar como capitão e técnico no país.

Todos os jogos da Olimpíada são transmitidos ao vivo pela internet. Segundo a federação, Marzolo, que estava na França, enviava para Hauchard, via SMS, os melhores lances apontados por engines para o jogo de Feller.

Na Rússia, Hauchard consultava seu celular. Para se comunicar com Feller na área de jogos, andava entre as mesas e, por meio de um sistema de gestos criado entre eles, transmitia a jogada.

Durante a Olimpíada, os atletas podiam entrar na área de jogos com equipamentos eletrônicos, como celular e notebook. A única barreira era um detector de metais.

A França terminou a Olimpíada, o principal campeonato de xadrez entre países, na décima colocação. A disputa bianual envolve seleções de quatro titulares e dois reservas. Em 2010, o torneio contou com 153 países.



10/02/2011 - Xadrez: primeiro jogo entre PC e pessoa foi há 16 anos

Jornal do Brasil

Foi exatamente há 16 anos que Garry Kasparov, o mestre do xadrez, perdeu para o IBM Deep Blue, na Filadélfia, nos Estados Unidos. Foi o primeiro jogo no esporte de um computador contra uma pessoa.

Apesar dessa derrota, o russo Kasparov, o mais jovem a se tornar um grand master na história do xadrez, venceu a revanche e quatro das seis partidas disputadas. A revista Wireddestacou que em 1997 o russo foi o primeiro campeão mundial a perder para um computador também.

Kasparov duvidou à época da capacidade do Deep Blue. Para ele, o computador tinha demasiada criatividade e inteligência nos movimentos. A IBM (atual LeNovo) negou que tenha falseado qualquer coisa e ainda negou mais uma revanche. Isso foi interpretado pelo russo como prova de adulteração na participação do computador.

A Wired também destacou os debates originados pela partida sobre a capacidade das máquinas controlarem os homens

domingo, 25 de setembro de 2011

377 - MARABAENSE SUB-12 E 14 SERÁ NA ESC. JONATHAS ATHIAS

Devido a problemas que nos fogem ao controle, ficamos impossibilitados de realizar os CAMPEONATOS MARABAENSE das Categorias Sub-12 e Sub-14 anos.

Assim, vamos promover o CAMPEONATO MARABAENSE SUB-12 e SUB-14 ANOS no próximo dia 02 de outubro, domingo, a partir das 08h30 e o local já está definido, ESCOLA JONATHAS PONTES ATHIAS na Folha 22 - Nova Marabá.

Atendendo a pedidos os CAMPEONATOS terão INSCRIÇÕES "GRÁTIS", onde podemos esperar um bom número de participantes, sejam da escola sede como também, das Escolas vizinhas.

Maiores Informações: 8166-1616 / 9103-2572