sexta-feira, 20 de agosto de 2010

184 - ARTIGOS SOBRE OS BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DO XADREZ



Os beneficios do xadrez


Fonte: http://xadrez-sjc.blogspot.com/2009/03/os-beneficios-do-xadrez.html


sexta-feira, 13 de março de 2009


Foi realizado um estudo comparativo entre as atividades que estimulam o raciocínio. O Projeto Bradford demonstrou que o xadrez como atividade nas escolas aumentou a nota dos alunos em 17.3%.


A federação norte-americana de xadrez chegou a afirmar que o xadrez torna o indivíduo inteligente.


As notas em matemática foram a que apresentaram um maior percentual, uma melhora nas notas de 19.2%.


Comparando com outras atividades "cerebrais" o aumento chegou ao Maximo de 4.6%.


Alguns pontos na pesquisa, demonstraram diversas vantagens para uma criança que exercita o xadrez, tais como:


• Desenvolvimento de análise e síntese, tomada de decisões, habilidades que têm imenso valor no nosso cotidiano.


• Aprendizado e autoconfiança para realizar pesquisas e trabalhos acadêmicos.


• Maior bagagem e experiência com situações competitivas.


• Melhor estrutura de processamento dos dados nas crianças, e conseqüentemente maior capacidade de análise e previsão de situações futuras, bem como suas diversas possibilidades.


• Nos países onde o xadrez é oferecido como matéria nas escolas, os estudantes demonstraram uma grande facilidade nas matérias principalmente ligadas as ciências e matemática. Bem como no reconhecimento de situações padrão


Fonte: Steve Sawyer, The Oklahoma Scholastic Chess Charter President, compiled "Chess: A Learning Tool"




Os Benefícos do Jogo de Xadrez para a Saúde


William Pereira da Silva


Fonte: http://www.educacaofisica.com.br/colunas_mostra_artigo.asp?id=599


Um dos homens mais velhos do mundo ganhou uma aposta na Inglaterra. Alec Holden vivia na inglaterra e tinha 90 anos e dizia que "iria viver eternamente". Com essa brincadeira, Alec apostou em uma casa de aposta que viveria ate os 100 anos e voltaria para pegar o prêmio. O "centro de avaliação de chances" (como um amigo meu caracteriza tais lugares) "William Hill" (nome da tal casa) aceitou a proposta e acolheu as 100 libras do jogador, prometendo pagar-lhe, caso ele sobrevivesse mais 10 anos, a importância de 25 mil libras, algo em torno de 100 mil reais. Isso porque a casa avaliou que tal aposta permitia a chance de somente uma vez ser bem sucedida entre 250 tentativas semelhantes. Agora que ela sabe que o "velhinho soprou suas 100 velinhas" e amarga um tremendo prejuízo, acaba de subir a idade mínima em casos similares para 110 anos. Não foi informado se Alec quererá renovar sua aposta e concorrer nesse novo, digamos, "patamar etário". Vocês devem estar se perguntando: onde está o xadrez nesta história? É simples! Quando perguntaram sobre o que ele havia feito ao longo de sua vida inteira para não somente atingir o centenário de idade, mas ainda estar com muita saúde, lucidez, disposição e, mesmo que pareça exagero, uma boa dose de jovialidade, ele respondeu: "eu sempre como mingau no café-da-manhã e jogo Xadrez todos os dias! Aha!". O perfeito equilíbrio na vida: mingau para o corpo e Xadrez para a mente! Tudo a ver!


Extraído do artigo Xadrez: uma terapia para saúde dos autores: Profº Adriano Pena Ribeiro Lemos e a Enxadrista Daiane Geralda da Silva (Bacharel em Direito) http://www.clubedexadrez.com.br/download/xadrez_terapia_saude.pdf).


Tenho lido diversos artigos sobre a terapia através do jogo de xadrez. Em 1981, psicólogo Joan Christiaen em sua tese de doutorado intitulada "Chess & Cognitive Development" comprovou a influência do xadrez no desenvolvimento cognitivo. No Brasil o psicólogo Estevan Matheus trouxe o xadrez para dentro do seu consultório, em São Paulo. Ele explica que o xadrez é um adendo à Ludoterapia ( tratamento por meio de brinquedos, divertimentos e jogos) e que há quatro anos vem utilizando no atendimento às crianças e pré-adolescentes. O xadrez também vem sendo usado como ferramenta para a Terapia Ocupacional com adultos.


Quando estamos jogando o xadrez estamos primeiro desenvolvendo a coordenação motora estática, onde colocamos o corpo numa situação de repouso em relação aos movimentos globais, isso nos proporciona o sentido da concentração, tão essencial para a leitura e o estudo em geral, neste estágio conseguimos sair da realidade ao nosso redor trazendo nossos pensamentos para um estado de simbiose mental produzindo o afastamento dos problemas do nosso cotidiano, isto ocasiona o relaxamento das outras estruturas cerebrais. Enquanto jogamos estimulamos as áreas mentais que desenvolvem a memória, paciência e o autocontrole, a imaginação, criatividade, inteligência, além do raciocino lógico o espírito de decisão e a coragem elementos tão essenciais a nossa vida.


A saúde física deve ser cuidada sempre, mas nunca esquecer da saúde mental fazendo prevalecer à máxima dos filósofos "Mente sã, corpo são". Uma mente saudável proporciona estímulos benéficos para todo corpo e o jogo de xadrez trás incontáveis benefícios para o cérebro.


Da mesma forma que o fígado, o coração, o baço, os pulmões, os intestinos adoecem a mente também esta susceptível as enfermidades diversas, daí o cuidado da saúde mental se faz necessária para uma melhor qualidade de vida e nada melhor que exercitá-la com atividades relacionadas ao desenvolvimento da capacidade para o pensamento e execução lógicos, auto-consistência e fluidez de raciocínio. Jogos como Dama, Gamão, Dominó e especialmente o Xadrez dá-nos estas capacidades essenciais a nossa saúde cerebral.




O Xadrez no dia a dia


Fonte: http://www.educacaofisica.com.br/colunas_mostra_artigo.asp?id=644


Muitos alunos, professores e diretores tem procurado orientação para implantar o xadrez nas suas escolas, alguns solicitam informações para compra de material, como funciona o clube de xadrez e outros assuntos.


Irei neste espaço relatar, descrever como atuo na minha realidade desde o início das atividades do clube e como desenvolvo a pratica enxadrística durante o ano letivo.


O ponto de partida para a implantação do xadrez na escola é o espaço e o material. Numa sala colocamos cadeiras e mesas, a quantidade é de acordo com o número de alunos que pretende atender, adquirimos o material de xadrez, peças e tabuleiros, organizamos o ambiente para receber os alunos. As peças e o tabuleiro de xadrez podem ser comprados em lojas de material esportivo ou na internet (todas as peças do cxpensart foram compradas na internet e os tabuleiros confeccionados em serigrafia da cidade). Existem diversas maneiras de confeccionar e adquirir os conjuntos de peças e tabuleiros. Tudo organizado, realizar uma grande divulgação nas salas de aula e na comunidade escolar (Elaborei um projeto e apresentei a toda comunidade).


As atividades do xadrez podem ser apresentadas e aplicadas apenas como lazer, passatempo e diversão depois com um trabalho mais sério tornando atividade extra-classe, modalidade esportiva e ferramenta pedagógica, inclusive muitas escolas colocaram o xadrez como disciplina na grade curricular. A aceitação é de acordo com a visão de cada aluno, uns aceitam com naturalidade outros com dificuldades, alguns encara logo como algo sério e querem imediatamente partir para competições.


Evidentemente quem vai organizar, coordenar, ensinar, desenvolver, aplicar o xadrez tem por obrigação de conhecer os fundamentos básicos, trazer algum enxadrista para arbitrar os torneios e campeonatos que acontecerão no futuro.


Os professores de Educação Física devem tratar o xadrez como modalidade esportiva, muito se assemelha as outras modalidades com suas regras, sistemas de competições, métodos de treinamento, da mesma forma que se organiza um campeonato de basquete, futsal, voleibol, podemos organizar um de xadrez, existe muita semelhança.


Disponho o material de xadrez em cima de uma mesa depois de abrir a sala, fico esperando a chegada dos alunos que aos poucos vem adentrando, solicitam as peças e o tabuleiro, em seguida vão para as mesas jogar. Quando existe um grupo de iniciantes convido a todos para uma aula básica e oportunizo momentos para eles jogarem suas primeiras partidas, é neste instante que existem muitas dúvidas e devemos dar uma atenção especial para que eles tenham uma noção geral do jogo. Sempre anunciar que deverão ter mais aulas para chegar a jogar plenamente o xadrez e poder participar de torneios e campeonatos.


Com sorte geralmente aparecem alunos que já praticam o jogo e facilitam a aprendizagem dos novatos, uns ensinam aos outros acontecendo uma educação em comunhão, somente a partir da competição eles tornam-se adversários. Esse é o dia-a-dia de uma sala de xadrez em que temos de manter a ordem e a disciplina como em qualquer sala de aula de outras disciplinas para o bom andamento do ensino-aprendizagem. Introduzo também atividades do jogo de dama, dominó, sudoku, banco imobiliário e outros jogos de salão para os alunos que não se adaptam as atividades do jogo de xadrez e proporcionar aos enxadristas opções de outros jogos para seus momentos de descontração.


Algumas dicas são importantes e devem servir de regras obrigatórias para um bom funcionamento da sala e conservação do material. Não devemos emprestar o material a ninguém, a não ser que crie um banco de empréstimo com o cadastramento das pessoas nos moldes de um a biblioteca, é constante a perda de material em empréstimo, sempre solicitar para deixarem o tabuleiro arrumado com as peças em cima da mesa, quem dever guardar todo material é o responsável pela sala que deve ser o último a sair antes de conferir todos os objetos que foram utilizados fazendo uma vistoria final antes de fechar a sala. Formar um grupo para dirigir e coordenar as atividades. Constantemente promover torneios e campeonatos como também atividades extras com novidades e atualidades. O restante vai aprendendo no cotidiano juntamente com os xadrezistas e os alunos principiantes.


A internet é a maior fonte de pesquisa existente para quem pretende promover o xadrez, vou repassar alguns site que estão diretamente relacionados ao xadrez escolar e compra de material, vale salientar que existem milhares de sites e blogs relacionados ao jogo de xadrez.


http://www.clubedexadrez.com.br,
http://www.xadrezmagistral.com.br/
http://www.revistaxadrez.com.br/,
http://cxpensart.blogspot.com/.






O Jogo de Xadrez no Programa Mais Educação


Fonte: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/o-jogo-xadrez-no-programa-mais-educacao-2015849.html


William Pereira da Silva


O programa Mais Educação, instituído em abril de 2007, tem por objetivo ampliar o tempo e o espaço educacional dos alunos da rede pública. Trata-se de uma contribuição para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens, pela articulação de ações, projetos e programas do governo federal. A iniciativa promove ações sociais e educacionais em escolas e em outros espaços socioculturais. Os alunos participam de atividades no turno oposto ao das aulas regulares (http://portal.mec.gov.br/) .


Dia oito de outubro estive reunido na Igreja de Mórmons, na cidade de Mossoró, no encontro de diretores, supervisores e monitores no Programa Mais Educação - Educação Integral -. Planejamos sobre as ações que deverão ser iniciadas no dia 19 de outubro com atividades de xadrez na Escola Municipal Celina Guimarães onde estarei sendo o monitor desta modalidade.


As ementas do xadrez Tradicional e xadrez Virtual relatam que o xadrez deverá desenvolver a capacidade intelectual e do raciocínio-lógico promovendo a observação, a reflexão, a analise de problemas e busca de soluções, a socialização, a inclusão e a melhoria do desempenho escolar, ainda o gosto dos alunos para atividades de interação com a informática e a inclusão digital por meio do jogo de xadrez virtual.


Este é mais um espaço que irei ocupar no intuito de ampliar e difundir o jogo de xadrez escolar. Aceitei o desafio em saber da falta de pessoas capacitadas para desenvolver a metodologia adequada para estas atividades, o que comprovei no primeiro encontro, no qual relatei algumas das minhas experiências e fiquei de repassar por e-mail conteúdos para os outros monitores interessados. E propus um encontro para tirar dúvidas e prepara-los com apostilhas.


O Clube de Xadrez Pensart estará presente nas atividades cedendo seu material para os momentos iniciais enquanto chega o material enviado pelo MEC.


Completando trinta anos na rede de ensino de Mossoró o desestimulo bate a nossa porta com freqüência, mas são essas e outras ações do governo que instiga nosso espírito a experimentar mais uma vez praticas inovadoras no intuito de alimentar nossas esperanças numa educação melhor.


Da para perceber, mesmo antes de começar, as falhas na implantação do programa onde vemos a falta de estruturas físicas, recursos humanos e materiais insuficientes. Alguns monitores despreparados para atuar nas atividades oferecidas, muitos aceitam como uma experiência nova em suas vidas, outros pelo ensejo voluntarioso. Entretanto não devemos desestimular em agir, para mais uma vez tentar mudar algo na educação das crianças e jovens do nosso país dando as mãos e numa ajuda mútua reverter a situação atual do ensino brasileiro.


Os objetivos principais do Programa Mais Educação são louváveis e tem como metas ampliar espaços, tempos e oportunidades educativas; ofertar novas atividades educacionais e reduzir a evasão, a repetência e distorções de idade-série, por meio de ações culturais, educativas, esportivas, de educação ambiental, de educação em direitos humanos e de lazer, visando qualificar a experiência educativa das crianças e jovens das escolas públicas de ensino fundamental. O programa é composto por sete macrocampos, referentes ao acompanhamento pedagógico; ao meio ambiente; ao esporte e ao lazer; aos direitos humanos e à cidadania; à cultura e às artes, à inclusão digital; à saúde, à alimentação e à prevenção.


As atividades no jogo de xadrez com certeza trarão inúmeros benefícios àqueles que porventura aceitar participar destas atividades que é cultura, uma atividade lúdica de origem milenar que se tem distribuído por todos os países do mundo e que encerra um corpo de conhecimentos e experiência que constituem patrimônio cultural da humanidade. Tem uma base matemática: a matemática é um instrumento e linguagem da ciência, da técnica e do pensamento organizado. Estimula o desenvolvimento de habilidades cognitivas tais como: atenção, memória, raciocínio lógico, inteligência, imaginação, etc...; capacidades fundamentais no desenvolvimento do individuo.


Estimula a auto-estima, a competição saudável e o trabalho em equipe.Pode ser utilizado como elemento estruturante do tempo livre do indivíduo. Proporciona prazer em seu estudo e prática. Por ser um jogo de regras, dita uma pauta ética em um momento propício para a aquisição de valores morais. Devido às suas múltiplas virtudes, contribui para a formação de melhores cidadãos.


Foto da Copa Ayrton Senna: http://www.esportesite.com.br/2008/06/17/sucesso-marca-a-v-copa-de-xadrez-escolar-ayrton-senna/

Nenhum comentário: