sexta-feira, 13 de setembro de 2013

VITOR ARAÚJO (RN) E LARA CAROLINA (PR) VENCEM JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE


Jogando em casa, Vitor Araujo conquistou o lugar mais alto no pódio. No feminino a paranaense Lara Carolina Malanowski foi a campeã da categoria (para atletas de 12, 13 e 14 anos).

O Rio Grande do Norte chegou ao lugar mais alto no pódio dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte. O potiguar Vitor Araújo, do colégio Overdose, de Natal, conquistou o título no xadrez. Vitor pratica o esporte há quatro anos e começou por incentivo dos pais.
Em segundo lugar ficou Igor Cadillac, do colégio Lantagi, de São Paulo, e a terceira colocação foi Pedro Paulino, do Colégio Jesus Maria José, de Minas Gerais. Em 2011, durante a participação nas Olimpíadas Escolares realizada na cidade de João Pessoa, na Paraíba, Vítor havia ficado na 14ª posição.
- Eu treino online, pela internet, jogando contra outros enxadristas. Comecei por incentivo de meu pai. Até os onze anos, eu sabia movimentar as peças, mas sem o cálculo necessário dentro de uma partida - disse o atleta potiguar.

No Feminino
A vencedora do torneio feminino foi Lara Carolina Malanowski, do colégio Sepam, do Paraná. Em segundo lugar ficou Ane Costa, do Colégio Estadual Santo Antônio, de Santa Catarina, e em terceiro ficou Jade Vitória Souza, aluna do Maria Gabriela, do estado do Pará.

Um EXTRA. 
Gostei muito do artigo e transcrevo-o abaixo:
Um jogo de xadrez – Por Rosildo Barcellos


Data: 05 maio 2012 - Hora: 18:15 - Por: Portal JH
Paço Imperial, 13 de maio de 1888… começa o jogo. Eram três da tarde. Com a Lei Imperial 3353. É um jogo de xadrez. Mas que por mão mágica é movido. No entanto os brancos saem na frente…


Invejo a lucidez desse jogo porque mesmo não tendo toda a decisão tenho a capacidade de influenciá-lo. E depois mais cedo ou mais tarde tenho de aprender a respeitar a ordem natural das coisas e mudar as peças para que joguem ao meu favor.



Mas acredito que na vida, apesar de tudo, a verdade e a justiça sempre acabam por triunfar e sem pestanejar prossigo o ato, o jogo continua… As peças pretas saem loucas para atingir a última linha. Sabe-se apenas que se regras forem violadas há o risco do peão não chegar. Chega a hora de reunir o necessário e esquecer o acessório conduzindo o destino de cada peça. Começo a perceber uma regra de continuidade e de respostas em cada jogada. É o nosso cotidiano.

Aprender a mover as peças é entender que dois exércitos se enfrentam. São peças pretas contra as peças brancas e peças brancas contra peças pretas e cada jogador tem 16 delas. Essa é a nossa única diferença: não sabemos quanto tempo temos, quantos dias teremos e não sabemos se obteremos chance de consertar o mal que fizemos ou identificar qual foi a nossa “jogada errada”. Mas o objetivo é o mesmo: fazer com que ao final o rei adversário fique sem saída e abdique… É o xeque-mate.

Na vida real cada decisão nossa é um xeque-mate. Mas algumas regras são importantes saber! Por exemplo: uma pedra preta será sempre uma pedra preta, mas isso não interfere no jogo, pois não são somente as brancas que ganham. Um outro exemplo é o movimento do cavalo: muitas vezes devemos desviar de algo para atingir nosso objetivo e depois um terceiro exemplo: um peão que vira dama mesmo com toda a movimentação diferenciada pode “morrer” nas mãos de uma outra peça, mesmo que seja um imoderado e simples peão.

É assim é a nossa vida, tal qual um jogo de xadrez, nossas idas e vindas, nossos problemas atribuladores a enfrentar. O jogo não acaba sem angústia e sem perdas para ambos os lados. Cada ato nosso é mais uma jogada, a favor claro do brilhantismo do jogo; a favor do realce de matizes da vida, limites traçados para o amor em preto e branco. 13 de maio de 2012; fim do jogo? Talvez? Entretanto um grande fato nunca devemos esquecer… O movimento de uma pedra interfere no movimento das outras. E sem dúvida nenhuma o mais importante é a surpresa reservada para o “Gran Finale”: pedras brancas e pedras pretas; a toda poderosa rainha, a esnobe torre, o filantropo bispo ou o humilde peão, sem outra alternativa, voltam para a mesma caixinha!


Articulista (barcellos.sitecar@gmail.com)

Rosildo Barcellos

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

CONVOCAÇÃO DOS FINALISTAS DO MARABAENSE SUB12 ANOS


O Clube de Xadrez Marabá convoca os Finalistas do Campeonato Marabaense da Categoria Sub12 anos, já devidamente selecionados,  a participarem da Fase Final, que acontecerá no próximo dia 15 de setembro a partir das 14h00 nas dependências da Escola São Francisco – Cidade Nova.

A programação da Fase Final terá início com a realização do Congresso Técnico a partir das 14:00 horas, com explicações acerca do regulamento e da premiação. Embora seja necessária, não é obrigatória a participação no Congresso Técnico mas, o ausente ao Congresso Técnico aceita de imediato os termos da competição, não podendo depois efetuar reclamações.

Estão convocados: Kaylane Vitória Nogueira de Lima e Thiago Pereira de Araújo da Escola Irmã Theodora, Jefferson Ribeiro de Souza, Rony de Souza Carvalho e Raimundo Moura Tabosa Neto da Escola São Francisco e Wítalo Fernando de S. Santos da Escola Jonathas Pontes Athias. Todos os estabelecimentos de ensino foram contactados por meio de ofício, convocatória e material do blog (para colocar no quadro de avisos). A competição terá a seguinte programação oficial:

Dia 15 de Setembro :           
14h00min - Congresso Técnico
14h30min - 1ª Rodada
15h00min - 2ª Rodada
15h30min - Intervalo
15h40min - 3ª Rodada
16h10min - 4ª Rodada
16h50min - 5ª Rodada


CONVOCAÇÃO DOS FINALISTAS DO MARABAENSE SUB-10 ANOS


O Clube de Xadrez Marabá convoca os Finalistas do Campeonato Marabaense da Categoria Sub10 anos, já devidamente selecionados,  a participarem da Fase Final, que acontecerá no próximo dia 15 de setembro a partir das 08h00 nas dependências da Escola São Francisco – Cidade Nova.

A programação da Fase Final terá início com a realização do Congresso Técnico a partir das 08:00 horas, com explicações acerca do regulamento e da premiação. Embora seja necessária, não é obrigatória a participação no Congresso Técnico mas, o ausente ao Congresso Técnico aceita de imediato os termos da competição, não podendo depois efetuar reclamações.

Estão convocados: Ítalo Thiago Freire da Silva, Jozian Souza Carvalho, Ryan Patrick Ferreira Monteiro, Thiago Costa Lopes e Jonas Moreira dos Santos da Escola São Francisco e Antônio Lucas B. Nascimento da Escola Walt Disney. Todos os estabelecimentos de ensino foram contactados por meio de ofício, convocatório e material do blog. A competição terá a seguinte programação oficial:

Dia 15 de Setembro :           
08h00min - Congresso Técnico
08h30min - 1ª Rodada
09h00min - 2ª Rodada
09h30min - Intervalo
09h40min - 3ª Rodada
10h10min - 4ª Rodada
10h40min - 5ª Rodada

domingo, 8 de setembro de 2013

JADE SOUZA (PA) BRILHA NOS JOGOS ESTUDANTIS DA JUVENTUDE

LARA CAROLINA MALANOWSKI

Os Jogos Estudantis da Juventude foi realizado durante os dias 06 e 08 de setembro. Dentre as modalidades esteve presente o xadrez com a participação de um representante de cada unidade da federação nos gêneros feminino e masculino. O Estado do Pará esteve representado por Jade Victória Araújo de Souza na Categoria A no Feminino para jogadores de 12, 13 e 14 anos. Dois estados da Região Norte deixaram de participar no masculino o Acre e o Pará. 

Fomos representados na grande vitrine do Xadrez Estudantil pela garota Jade de Souza que começou muito bem, venceu com facilidade a representante do estado do Mato Grosso do Sul Flávia Sirahata Hasegava. Na segunda rodada foi derrotada por Letícia Aragão de Freitas (SE) após ter vantagem material. Voltou a jogar bem na terceira rodada e derrotou Emilly Priscila Gomes Nascimento (PB). Na quarta rodada enfrentou a representante potiguar Catarina Brandão Araújo e venceu, ao que parece pelo fator tempo quando havia vantagem para Catarina. Após a quarta rodada com 03 pontos com apenas 01 derrota já estava fora da disputa do primeiro lugar. A representante do Estado do Paraná Lara Carolina Malanowski com 04 pontos precisava de apenas um empate e conseguiu diante da sul mato-grossense Flávia Sirahata.


Com 4,5 pontos a campeã foi a paranaense Lara Carolina Malanowski. A vice-campeã foi a catarinense Ane Caroline Costa com 4,0 pontos e em Terceiro Lugar, do Estado do Pará, Jade Victória Araújo de Souza também com 4,0 pontos.

Os Jogos Estudantis da Juventude foi organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) dirigido pelo Élcio Conte Lofredo Mourão (Árbitro Internacional) e com direção de arbitragem de Maximo Igor Macedo (RN) e Árbitro Regional Lindomar Tonini, pelo Sistema Suíço em 05 rodadas com o tempo de 65 minutos (provavelmente).

Classificação Final: