sexta-feira, 30 de agosto de 2013

NOSSOS PARAENSES RUMO AOS JOGOS ESCOLARES EM NATAL, RN

NESTE SÁBADO, AGUARDAMOS A PRESENÇA DE TODOS
Faltam apenas 06 dias para o início dos Jogos Escolares da Juventude. Este ano a cidade de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte sediará o evento da Categoria A, para atletas de 12 a 14 anos. Os jogos contam com 13 modalidades: atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei e xadrez.

Os jogos de xadrez acontecerão no período de 05 a 08 de setembro. A delegação paraense prepara-se para a viagem e é composta pelos os atletas Jade Vitória Araújo de Souza (de Ananindeua) e Anderson Felipe de Oliveira Barros  (de Castanhal),  acompanhados do técnico Michel Peter Cascaes (SEDUC).

Aproveitamos a oportunidade para parabenizar nossos campeões e desejar-lhes uma boa acolhida na Cidade de Natal e que os objetivos sejam alcançados. Ficarei na torcida pela vitória. Será que o Professor Fernando Almeida que reside em Castanhal trabalhou com o garoto Anderson Felipe? Em todo o caso Marabá torcerá por todos. Boa SORTE.

Conforme consta no site dos Jogos Escolares, nas disputas do xadrez cada estado pode inscrever um aluno-atleta por gênero e um técnico. Também já foi definido o tempo de 61 minutos de reflexão e será emparceirada pelo sistema suíço em 05 rodadas em ambos os gêneros. No xadrez a vitória vale 1 ponto, o empate 0,5 e a derrota 0 ponto. 


Até o ano passado (2012) o certame possuía um nome de pompa, à altura do grandioso evento OLIMPÍADAS ESCOLARES, mas, foi alterado para a realidade brasileira de JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE.


A nossa entidade máxima a Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) participa da organização e coordenação dos jogos. Até agora não entendi o porque de termos um regulamento para os eventos estaduais e outro, bem diferente para a etapa nacional.

A CBX DEVE REVER PARA MELHOR O REGULAMENTO DOS JOGOS ESTADUAIS DE XADREZ

Nas competições Estaduais, àquela que define os representantes de cada estado o regulamento da competição impõe duas competições para definir os vencedores. Assim, o vitorioso no XADREZ PENSADO com o tempo de 61 minutos ainda precisará disputar um TORNEIO DE BLITZ MISTO com a participação de meninos e meninas da Categoria A e se sair muito bem.

É interessante esclarecer o que é XADREZ PENSADO e XADREZ BLITZ:

XADREZ PENSADO, nesta modalidade não há a rigorosa pressão do tempo pois cada atleta terá 61 minutos para jogar. Dá para pensar e raciocinar bastante. Os jogadores nesta modalidade jogam após ampla análise e desta forma, são bem menores o número de jogadas erradas (sob o efeito da pressão do tempo). Esta modalidade obriga o participante a anotar todos as jogadas da partida e servem como objeto (posteriormente) de estudo e análise dos erros e acertos ocorridos na partida.

BLITZ, os jogadores jogam sob um forte pressão do tempo que, nos Jogos Escolares Paraense foi de apenas 05 minutos para cada jogador, os lances são feitos muito rapidamente que, em muitos casos, sem nenhuma reflexão das causas e consequências, quase sempre acarretando em perda de peças importantes e consequentemente a partida, gerando grande frustração nos jogadores menos experientes. As partidas de blitz costumam apresentar muitos jogadas erradas e seguem regras próprias e específicas, algumas delas inclusive, não se aplicam ao PENSADO, como não anotar os lances realizados. O Blitz não serve para estudo, serve como um festival acessório para uma maior confraternização.

O Grande Erro é adotar o critério da soma dos pontos do torneio Pensado, jogados por jogadores da categoria e do mesmo gênero mais a pontuação do Blitz que incluem nesta categoria o gênero oposto formando um grupo com elevado número de rodadas. Pensando bem, um jogador que se saiu mal no Pensado pode vencer o Blitz e se tornar o campeão. Isto é um ABSURDO!!!

Conclamo a CBX - Confederação Brasileira de Xadrez e o Comitê Olímpico Brasileiro para reverem estes conceitos errôneos. Não dá para juntar as duas modalidades e achar que tudo é uma coisa só.

É preciso rever esta aberração. No Pensado geralmente temos 05 rodadas, então o TORNEIO PENSADO vale 05 pontos. No Blitz dependendo do número de participantes (as partidas duram no máximo 10 minutos, como foi neste ano em Belém) poderemos ter 15 rodadas (ou mais) e, neste caso o BLITZ valeria 15 pontos, ou seja, a competição de maior importância tornar-se-ía àquela com maior pontuação em disputa, desfavorecendo e desprestigiando o pensado.

Este erro deve ser CORRIGIDO!!!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

SELETIVAS DO MARABAENSE SUB10 E 12 ANOS NESTE 31 DE AGOSTO


Seguindo a programação oficial do Calendário de 2013, teremos mais dois torneios seletivos, visando a seleção dos participantes do Campeonato Marabaense das Categorias Sub10 e Sub12 anos. Os certames acontecerão na Escola São Francisco, conforme previstos.

Dia 31 de Agosto a partir das 08:30 horas
Escola São Francisco - Cidade Nova
Objetivo: selecionar 03 atletas para a Fase Final

Dia 31 de Agosto a partir das 14:30 horas
Escola São Francisco - Cidade Nova
Objetivo: selecionar 06 atletas para a Fase Final

Em virtude da não realização da Seletiva 1 do Marabaense Sub12 anos, que deveria acontecer no dia 25 de agosto, a seletiva do próximo 31 classificará 06 atletas para a Fase Final seguindo a filosofia do Calendário.

Ficamos muito honrados com a presença maciça dos alunos da Escola São Francisco, pelo qual agradecemos a Direção da Escola. No entanto, sentimos a falta dos enxadristas das escolas: Arthur Guerra Guimaraes, Acy Barros, Irma Theodora, Darcy Ribeiro e Futuro Educacional. Fica a nossa expectativa para um número maior de participantes. Existe a promessa de participantes da Escola Judith Gomes Leitão, seria a extreia dos mesmos, e da Escola Jonathas Pontes Athias. 


FRANCISCO ARNILSON VENCE BLITZ DO SÃO FRANCISCO


Por conta da pouca presença dos participantes do Torneio Seletivo (1) do Campeonato Marabaense da Categoria Sub12 anos, o evento não foi realizado, mas, ninguém se afastou da Escola, ficaram jogando e se deliciando, até que surgiu a ideia de um Torneio Blitz.

MARIA ALEXANDRA FORTE SENSIBILIDADE COM AS CAUSAS SOCIAIS
A imprensa, quer dizer o SBT Carajás esteve presente e fez uma matéria jornalística sensacional. A equipe formada por Maria Alexandra e o cinegrafista Isac fizeram um trabalho perfeito. Tanto as imagens com o áudio, perguntas e respostas elevaram a importância da matéria. Fiz questão de gravar o vídeo. Obrigado SBT Maria Alexandra e Isac.

O EDUCADOR GILENO ROCHA CONSEGUIU GRANDE MOBILIZAÇÃO DOS ALUNOS DO SUB10 ANOS
Um dia desses publiquei um texto de uma competição que disputei. Não tive vergonha de constar a informação de uma derrota para uma criança. Méritos dela. Mas, ouvi tantos comentários, tantos que, de agora em diante devo publicar os resultados bons e ruins. 

O GAROTO JEFFERSON (DIREITA) FOI O VICE COM 06 PONTOS

Assim, foi realizado o Torneio São Francisco de Xadrez blitz de 5 minutos. Felizmente fui o vencedor e, foi muito divertida a competição, principalmente pelo Sr. Joel com suas palavras lindas e sinceras.
KAYLANE VITORIA TEVE EXCELENTE ATUACAO


Vejam as informações da competição:


segunda-feira, 26 de agosto de 2013

SELECIONADOS DO SUB10, RETIFICAÇÃO: LUCAS, ÍTALO E THIAGO


Na Fase Seletiva 1 do Campeonato Marabaense da Categoria Sub10 anos, realizada neste domingo (25/08), na Escola São Francisco na Cidade Nova, que serviu para apontar os três melhores colocados como representantes para a disputa da Fase Final, no entanto, mesmo após divulgar (no mesmo) o resultado dos classificados, olhando metodicamente, constatamos um equívoco nosso.


Aparentemente não tínhamos nenhum problema com relação ao momento das inscrições, foi explicado aos participantes os critérios, talvez não tenha sido muito bem detalhado. Mas, fizemos as inscrições dos estudantes sem nenhum problema. As informações eram passadas e alimentadas no sistema. No nosso software não há um aplicativo para calcular com precisão as idades dos participantes. Fizemos tudo o que tinha sido feito.

Mas, por conta de nossa confiança acreditamos que estava tudo certo. Não estava. Faltou checar criteriosamente, rigorosamente as idades dos participantes. Outro ponto importante que aconteceu foi a informação das datas de nascimentos, poucos puderam comprovar com documentos a sua idade. Também, infelizmente, nos deparamos com um garoto que afirmou a sua idade com muita confiança e, pasmem, demorou para lembrar a data de nascimento. Inclusive falou, que nunca tinha comemorado um aniversário. Fiquei sentido com esta situação.


O nosso equívoco foi não calcular as idades dos participantes e resultou num problema: tivemos o atleta CLEMILSON SANTOS PINHEIRO como um dos classificados, ficou em 3º lugar. O mesmo tem 11 anos e 25 dias. O outro atleta que participou indevidamente foi VINÍCIUS BARROS DA SILVA e este não representou um problema maior, ficou em 8º lugar.

A Classificação com a exclusão dos dois atletas, considerando a participação dos mesmo e sua eliminação da CLASSIFICAÇÃO FINAL ficou assim:




Trabalhar o xadrez, promover competições com crianças é o maior barato. As expressões corporais e faciais apresentadas quase despercebidamente é algo bem legal para quem assiste.

domingo, 25 de agosto de 2013

SELETIVO (1) DO SUB10 CLASSIFICA LUCAS, ÍTALO E CLEMILSON

CLASSIFICADOS DO MARABAENSE SUB10 ANOS
Teve início na manhã de hoje (25/08) a primeira Seletiva do Campeonato Marabaense Sub10 anos, nas dependências da Escola São Francisco na Cidade Nova e foi muito bom. Tivemos 17 inscritos e boa parte deles oriundos do Programa Mais Educação da referida escola.

Nesta categoria encontramos muitos iniciantes, principiantes, jogadores que ainda não tiveram a oportunidade de vivenciar a experiência de uma competição. Numa competição como esta a arbitragem precisa ser muito paciente e atenciosa com as crianças, é preciso tornar esta como uma experiência positiva. 

A competição foi promovida pelo Sistema Suíço em 05 rodadas com o tempo de 10 minutos de reflexão. Era visível o nervosismo. Mas, foi positiva a experiência, principalmente nas palavras da mãe do garoto Dholsef que vai assistir o seu filho com o xadrez, ou seja, disse que vai aprender para acompanhar o desenvolvimento do seu filho. Que legal.

Neste primeiro Seletivo foram classificados os atletas 1º Antônio Lucas Nascimento B. Nascimento (4,5 pontos, 12,5 buccholz), Ítalo Thiago Freire Silva (4,5 pontos, 11,5 buccholz) e Clemilson dos Santos Pinheiro (3,5 pontos, 17 buccholz).


A Escola São Francisco apresentou 16 enxadristas e ficou com a 2ª e a 3ª vagas. O garoto 
Antônio Lucas da Escola Walt Disney garantiu a primeira vaga. Resta parabenizar a escola pelo brilhante trabalho com os garotos e garotas, notadamente a Direção, Coordenação e ao Professor Gileno Rocha.

A partir desta Fase de Classificação será computado os rating e o estabelecimento de ranking.

Vamos aos detalhes da Primeira Seletiva:


Fotos:



sábado, 24 de agosto de 2013

CAMPEONATOS MARABAENSES SUB10 E 12 ANOS - SELETIVAS


Acontece neste domingo (25/08) a Fase Seletiva 1 do Campeonato Marabaense Sub10 e Sub12 anos, nas dependências da Escola São Francisco no km 02 da Br 230 (Transamazônica) Setor do Aeroporto no Núcleo da Cidade Nova. As Fases Seletivas terão início já a partir das 08:30 horas, eventos realizados pelo Clube de Xadrez Marabá, prestigiando a classe estudantil local.

Teremos pela manhã (às 08:30 horas) a realização da Fase Seletiva da Categoria Sub10 anos, podendo participar meninos e meninas nascidos até 1º de janeiro de 2003, ou seja, podem se inscrever atletas com 10 anos completos e com idades inferiores. Assim, quem tiver 10 anos e alguns meses poderão jogar normalmente. Estarão vedadas as participações de jogadores com 11 anos acima, pois estes pertencem a outras categorias.

No período da tarde (14:30 horas) teremos a Fase Seletiva da Categoria Sub12 anos, da qual podem participar meninos e meninas nascidos entre 1º de janeiro de 2001 até 31 de dezembro de 2002, isto é, jogadores com 11 e 12 anos completos, ficam impedidos àqueles com idade de 13 anos. Da mesma forma, poderão participar os jogadores com 12 anos e alguns meses.

As Fases Classificatórias servirão para selecionar, em cada competição, três atletas para a disputa da Fase Final que, em número de 06 decidirão o Campeão Marabaense da Categoria.

A próxima Fase de Classificação acontecerá na Escola São Francisco (mesmo local) conforme abaixo:

Dia 31 de Agosto - 08:30 horas - Fase Classificatória da Categoria Sub10 anos;
Dia 31 de Agosto - 14:30 horas - Fase Classificatória da Categoria Sub12 anos. 

Posteriormente será divulgado a data das Fases Finais, os locais e a Cerimônia de Premiação

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

TORNEIOS CLASSIFICATÓRIOS NESTE 25 DE AGOSTO


Estamos retomando nossas atividades. Passado a turbulência do primeiro semestre, vamos reiniciar promovendo dois torneios classificatórios, nas dependências da Escola São Francisco, localizada na Travessa Tancredo Neves S/N - Aeroporto no dia 25 de agosto.

Neste ano vamos trabalhar os Campeonatos Marabaenses por categorias e já teremos neste 25 de agosto (domingo) dois eventos: Torneio de Classificação da Categoria Sub10 anos (absoluto) às 08:30 horas e o Torneio de Classificação Sub12 anos às 14 :30 horas.

O Torneio Classificatório do Sub10 anos vai classificar 03 atletas para a disputa da Fase Final do Campeonato Marabaense de 2013 - Sub10 anos. 

Do mesmo modo o Torneio Classificatório do Sub12 anos também classificará 03 atletas para a disputa da Fase Final do Campeonato Marabaense de 2013 - Sub-12 anos.


Poderão participar do Torneio Classificatório do Sub-10 anos atletas com idade até 10 anos de idade completos, não importando o ano, até a data de corte que é 31/12/2003 para meninos e meninas. 

Poderão participar do Torneio Classificatório do Sub-12 anos atletas nascidos em 01/01/2001 até 31/12/2002, meninos e meninas.

Todos os Torneios Classificatórios seguirá o princípio da dupla oportunidade, ou seja, o atleta terá 02 chances de obter a classificação, conforme o cronograma abaixo:

Categoria Sub-10 anos
Torneio Classificatório 1 
- dia 25 de Agosto - as 08:30 horas - valendo 03 vagas para a Fase Final;

Torneio Classificatório 2 
- dia 31 de Agosto - as 08:30 horas - valendo 03 vagas para a Fase Final.

Categoria Sub-12 anos
Torneio Classificatório 1 
- dia 25 de Agosto - as 14:30 horas - valendo 03 vagas para a Fase Final;

Torneio Classificatório 2 
- dia 31 de Agosto - as 14:30 horas - valendo 03 vagas para a Fase Final. 

ESCOLA SÃO FRANCISCO NO DESFILE DE 7 DE SETEMBRO

Datas das Fases Finais: 
Final do Campeonato Marabaense Sub10 anos
- dia 15 de Setembro - as 08:30 horas - com 06 participantes.

Final do Campeonato Marabaense Sub12 anos
- dia 15 de Setembro - as 14:30 horas - com 06 participantes.

Premiação
Será realizada uma Cerimonia de Premiação envolvendo todos os Campeões Marabaenses de 2013, em ato solene, faremos a entrega de Medalhas e Troféus.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

VAI COMEÇAR O CAMPEONATO MARABAENSE POR CATEGORIAS


Tentando adotar a mesma metodologia de anos anteriores, promovendo os Campeonatos Municipais por categorias, notadamente um trabalho árduo, enchemo-nos de coragem, acreditando que encontraremos algum apoio. Apresentamos o nosso Calendário para o ano de 2013 cobrindo todas as categorias. 

Também vamos tentar promover, como nos anos anteriores a bonita Cerimônia de Premiação com a entrega das premiações dos Campeonatos Marabaenses, com a presença de convidados especiais. Buscar colocar o xadrez em destaque valorizando o trabalho de muitos profissionais, educadores, estudantes e familiares.

Em nossa filosofia de trabalho adotaremos os seguintes princípios para nossos torneios (em breve mais detalhes:


As inscrições já estão abertas. Mais informações: 8166-1616.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

POR QUE (QUASE) NINGUÉM AJUDA?


Em Marabá, cidade da região Sudeste do Pará com cerca de 239.000 habitantes o xadrez até conta com a simpatia de muitas autoridades, elas até expressam a importância do jogo. Já tive inúmeros contatos com políticos, empresários e educadores que mostram-se entusiasmados com os benefícios para as crianças e estudantes. Existe esta simpatia, o jogo é bem visto e estimulado em "palavras".


A cada início de gestão da Câmara Municipal eu apresento aos vereadores a necessidade de implantação do xadrez nas escolas mesmo que seja como uma atividade optativa, apresento aos secretários municipais o nosso desejo de formar educadores para atuarem nas escolas. Aos vereadores entrego cópias de Projetos de Lei já aprovados para servir como modelo. É incrível a recepção que temos por parte dos nossos representantes, isto é, quando os encontramos em seus gabinetes. No entanto, tudo parece que vai dar certo, saímos satisfeitos e, no entanto eram apenas promessas de pessoas que não se incomodam em prometer.

Em muitas entrevistas sou perguntado do por que o xadrez não possui um projeto municipal para as escolas. É uma pergunta muito espinhosa pois, se já está ruim sem nada acontecer, preciso ter o cuidado para que não fique pior. A resposta é diplomática: é de que ainda não chegou o momento da nossa grande cidade vivenciar uma experiência desta magnitude. Embora, quereria dizer que já passou o tempo certo e as pessoas não sabem o quanto é importante e maravilhoso jogar xadrez e, em paralelo, desenvolver nossas maiores capacidades cerebrais e de formar laços de amizades. Estas não sabem o que perdendo.


Nas Escolas nossos estudantes recebem muito pouco de conhecimentos enxadrísticos, lhes faltam livros e condições de estudo, os professores e monitores precisariam participar de alguma formação e consequencia é visível, muitos estudantes abandonam o ambiente escolar por terem baixo rendimento aumentando os índices de evasão escolar gerando uma grande quantidade de excluídos. A nossa Cidade e o nosso Estado do Pará tem números assustadores de violência, faltam projetos sociais e educativos para manter estes jovens nas escolas.

Gostaria de apontar o nome de um político marabaense na atualidade com interesse no desenvolvimento do xadrez. Neste momento não temos nenhum nome com esta preocupação. A classe empresarial é outro segmento que parece desconhecer a importância de projetos de responsabilidade social, salvo alguns poucos como é o caso do Paulinho do Sindicato do Comércio de Marabá, do Tarcísio da Tratorpeças e do Jorge Bichara da Unimed que nos ajudaram bastante no ano de 2012, além é claro da Tanilza e Lena das Lojas Corpo e Seda e Requinte Store respectivamente esposa e sócia.

Por conta desta situação, uma pergunta: será que em todo o lugar é assim? Pelo menos posso mostrar um caso concreto, da enxadrista Fernanda Rodrigues, de Belo Horizonte (MG) que possui um currículo invejável de vitórias como Bi Campeã Sulamericana 2009 e 2010, Campeã Panamericana Escolar, Tri Campeã Brasileira FENAC, Hexa Campeã Brasileira Escolar, Campeã Mineira Feminina 2008, Campeã Mineira Sub18, Campeã Sub14 do Aberto Internacional de Xadrez (Festa da Uva) em 2010.

A Fernandinha tem vários apoiadores, patrocinadores e admiradores. Ela é patrocinada pelo SESI-FIEMG, apoiada fortemente pela família, é treinada pelo Mestre Internacional Jefferson Pelikian, Prof. Júlio Lapertosa, tem como intercessores os Pastores Jorge Linhares, Elienos e Esmeralda. Recebe incentivos do Professor Anastásia Governador de Minas Gerais, do Secretário de Esportes Gustavo Correa e o Presidente do Tribunal de Justiça Militar de MG MM Juiz Cel. PM Rúbio Paulino. Além de ser admirada por toda a comunidade enxadrística nacional, de todos os nossos grandes mestres nacionais e outros internacionais.

Desejo neste momento aplaudir a família e toda esta turma de pessoas que acreditam, apoiam e contribuem para o crescimento da simpática Fernanda Rodrigues. A garota possui uma história linda e uma experiência de vida fascinante. 

Seria muito bom que nossos grandes homens fossem capazes de feitos relevantes, dignos de elogios. Muitos são os casos de escândalos políticos de pessoas que fazem mal uso dos recursos que são públicos.

Esta postagem teve como base a carreira da enxadrista Fernanda do Xadrez e pode ser acompanhado no seguinte endereço: http://fernandaxadrez.blogspot.com.br/.



domingo, 4 de agosto de 2013

SOBRE O CORDEL, O XADREZ: UMA VIAGEM AO NORDESTE


Estive recentemente em Mossoró e Natal no maravilhoso Estado do Rio Grande do Norte. Pude ver como a cultura local está em destaque, em diversas formas, no artesanato regional presente em toda a cidade, em restaurantes, hotéis, aeroportos e centros de artesanatos. Em Mossoró vi rapidamente o Memorial da Resistência ao Bando de Lampião, evidenciando os feitos do povo se armou e combateu os invasores.

EXCELENTE ATENDIMENTO DO CENTRO DO ARTESÃO

EU NA MONTAGEM COMO LAMPIÃO

Em Natal temos uma riqueza cultural que agrada a todos os gostos e turistas. Trouxe algumas lembranças para distribuir aos familiares e amigos. Nesta Cidade fui recepcionado, e eles fazem isso com todos, com atendentes caracterizadas de Maria Bonita (esposa do Lampião) e com linguagem alegre e sotaque regional me deixaram encantado. Aliás, vi muitos mercados com produtos e artesanatos regionais. 

MEMORIAL DA RESISTÊNCIA DE MOSSORÓ - RN

Em Natal aproveitei o momento, adquiri para uso pessoal uma camiseta com o Cordel de Lampião e, de imediato lembrei-me de alguns sobre o Rei do Cangaço e suas astúcias para enfrentar e fugir de seus caçadores. O termo é realmente este, Lampião foi realmente caçado, conforme consta em vasta Literatura de Cordel. Neste momento  fiquei pensando sobre a existência de algum cordel sobre o xadrez. 


Eu já conhecia um Cordel: Jesus no Xadrez, que gostei e sorri bastante. Mas, na verdade não fala do Xadrez do qual jogamos. Mais é muito engraçado e eu vou postar abaixo para a felicidade de vocês. E, procurando no Google encontrei uma publicação: Xadrez para todos: uma ferramenta pedagógica com uma excelente proposta.

Veja a sinopse publicada pela Livraria Cultura: A meta primordial na edição desta obra é contribuir para o desenvolvimento da educação provocando mudanças estruturadoras. Nosso foco é elevar o nível intelectual de alunos e professores, utilizando o xadrez como ferramenta de apoio visando a provocar ou a facilitar sua compreensão para outras disciplinas. Os conceitos apresentados seguem o rigor necessário, flexibilizando a linguagem apoiada na métrica de cordel, seguindo uma linha inovadora dentro do ensino moderno. O livro apresenta um capítulo especial sobre o Xadrez Randômico de Fischer (também conhecido como Chess 960, Fischerandom Chess ou FR Chess) uma Variante do Xadrez criada pelo Grande Mestre e Campeão Mundial de Xadrez de 1972 a 1975, Robert James Fischer.

O Cordel Do Fogo Encantado nos presenteia com uma produção na internet com um áudio maravilhoso que pode ser motivo de alegria, de risos. Curtam abaixo:

Cordel - Jesus no Xadrez

Este é um cordel do poeta Chico Pedrosa que conta uma situação totalmente inusitada e engraçada numa encenação da Paixão de Cristo.


1
No tempo em que as estradas
Eram poucas no Sertão
Tangerinos e boiadas
Cruzavam a região
Entre volante e cangaço
Quando a lei era do braço
Do jagunço pau-mandado
Do coronel invasor
Dava-se no interior
Esse caso inusitado
2
Quando Palmeira das Antas
Pertencia ao capitão
Justino Bento da Cruz
Nunca faltou diversão
Vaquejada,  cantoria
Procissão e romaria
Sexta-feira da Paixão
3
Na quinta-feira maior
Dona Maria das Dores
No salão paroquial
Reunia os moradores
Depois de uma preleção
Ao lado do capitão
Escalava a seleção
De atrizes e atores
4
Todo ano era um Jesus
Um Caifás e um Pilatos
Só não mudavam a cruz
O verdugo e os maus tratos
O Cristo daquele ano
Foi o Quincas Beija-Flor
Caifás foi Cipriano
Pilatos foi Nicanor
5
Duas cordas paralelas
Separavam a multidão
Pra que pudesse entre elas
Caminhar a procissão
Quincas conduzindo a cruz
Foi e num foi advertia
Um centurião perverso
Que com força lhe batia
Era pra bater maneiro
Bastião não entendia
Devido a um grande pifão
Que tomou naquele dia
Do vinho que o capelão
Guardava na sacristia
6
Cristo dizia: “ô rapaz,
Vê se bate devagar,
Já tô todo encalombado,
Assim não vou agüentar.
Tá com a gota pra doer.
Ou tu pára de bater
Ou a gente vai brigar.
Jogo já essa cruz fora,
Tô ficando aperreado.
Vou morrer antes da hora
De ficar crucificado”.
7
O pior é que o malvado
Fingia que não ouvia
E além de bater com força
Ainda se divertia
Espiava pra Jesus
Fazia pouco e dizia:
“Que Cristo frouxo é você
Que chora na procissão?
Jesus pelo que se sabe
Num era mole assim, não.
Eu tô batendo com pena.
Tu vai ver o que é bom
Na subida da ladeira
Da venda de Fenelon.
O couro vai ser dobrado.
Até chegar no mercado
A cuíca muda o tom”.
8
Naquele momento ouviu-se
Um grito na multidão
Era Quincas que, com raiva,
Sacudiu a cruz no chão
E partiu feito um maluco
Vap-vap e vuco-vuco
Pra cima de Bastião
9
Se travaram num tabefe
Pontapé e cabeçada
Madalena levou queda
Pilatos levou pancada
Deram um cacete em Caifás
Que até hoje não faz
Nem sente gosto de nada
10
Desmancharam a procissão
O cacete foi pesado
São Tomé levou um tranco
Que ficou desacordado
Acertaram um cocorote
Na cabeça de Timóteo
Que até hoje é aluado
11
Até mesmo São José
Que não é de confusão
Na ânsia de defender
Seu filho de criação
Aproveitou a garapa
E deu um monte de tapa
Na cara do bom ladrão
12
A briga só terminou
Quando o doutor delegado
Interveio e separou
Cada santo pro seu lado
Desde que o mundo se fez
Foi essa a primeira vez
Que Jesus foi pro xadrez
Mas não foi crucificado.

sábado, 3 de agosto de 2013

ITUPIRANGA VENCE DESAFIO COM XADREZ GIGANTE


Após o encerramento da competição com 100% de sucesso, neste 28 de julho na cidade de Itupiranga, ainda tivemos tempo para um importante evento. Logo na chegada, bem em frente a Escola Jarbas Passarinho, no centro da cidade já havia percebido no pátio a bela pintura do tabuleiro de xadrez. De fato sabíamos da programação, a final, somos da organização do evento no entanto, ficou bacana, muito bacana.


Antes da Cerimônia de Premiação, visando conter um pouco os ânimos da garotada, enquanto ganhávamos um tempinho para a chegada do Secretário de Educação Sr. Paulo Ricarto da Silva, fomos para organizar com o companheiro Nandiel Nascimento do Clube de Xadrez de Itupiranga a prova com o Xadrez Gigante.






Foram escolhidos três atletas de cada cidade. A eles cabiam a responsabilidade de discutirem cada jogada e aquele que executasse o lance deveria acionar o relógio. Foram disponibilizados 10 minutos nocaute e seguindo a regra do xadrez convencional. Foi uma experiência surpreendente para todos. O tabuleiro gigante e as peças enormes nos dão uma certa dificuldade de análise por estar tudo ampliado e não estarmos habituados com este super dimensionamento.

A equipe de Itupiranga foi formada pelos atletas Wallesson, Kaleb e Tiago Moraes, enquanto que a de Marabá contou com os atletas Ricardo, Liliane e Gabriel Ramos. Foi um espetáculo ver os atletas em ação. Não bastasse as discussões e análises das equipes aos poucos os elementos de liderança ficavam evidentes, tudo em perfeita harmonia, análise, voz de comando e execução, de um lado Wallesson e de outro Ricardo.




O fato tempo foi o causador de algumas jogadas equivocadas mas, no entanto, percebemos alguns cuidados e precauções. Alguns ataques diretos e indiretos. Vamos ver a partida:


O diagrama abaixo espelha a posição do tabuleiro quando a seta do relógio caiu. Vitória de Itupiranga. Resta-nos o agradecimento e a continuidade do Desafio no dia 20 de outubro de 2013 em Marabá.