sábado, 30 de junho de 2012

MARABÁ ABRE A 3ª COPA SUDESTE DO PARÁ, MIGUEL É O CAMPEÃO

PRESIDENTE DA AABB MARABÁ ERNILDO ENTREGA PREMIAÇÃO À MIGUEL ÂNGELO,
CAMPEÃO DA 3ª COPA MARABÁ

Aconteceu na Sede Social da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), belíssimo Clube situado na BR-222 (saída para Bom Jesus do Tocantins) a 3ª COPA MARABÁ DE XADREZ, evento integrante da 3ª COPA SUDESTE DO PARÁ que contou com apoio incondicional do presidente da AABB Marabá Sr. Ernildo José Soares Ramalho e do Professor Leonardo.

ADENILDO O VICE CAMPEÃO RECEBE PREMIAÇÃO

O evento foi muito bem acolhido pela AABB e pelo Prof. Leonardo que proporcionou excelentes condições para os jogos da Copa Marabá e para os 13 enxadristas participantes. Outras competições de alto nível técnico serão realizadas em parceria com o Clube de Xadrez, palavras do Sr. Ernildo..

A ALEGRIA DO 3º ATLETA DA EQUIPE MARABAENSE
GUSTAVO MARTINS

A cidade de Marabá abre a 3ª Copa Sudeste do Pará de Xadrez com a seleção dos três melhores enxadristas da competição: 1º Miguel Ângelo Quadros, 2º Adenildo Lima da Silva e o 3º colocado Gustavo Martins Quadros.

RICARDO VINÍCIUS O 4º COLOCADO

A primeira Copa Sudeste aconteceu no ano de 2008 vencida no individual pelo enxadrista Pablo Salermo de Marabá e nos jogos por equipe pelo município de Parauapebas representado pelo Clube de Xadrez Cavaleiros da Dama.

KÉSIO SILVA DE PAIVA, 5º LUGAR

No ano de 2010 aconteceu a 2ª Copa Sudeste do Pará vencida pelo município de Canaã dos Carajás por equipe e no individual com o seu enxadrista Adriano Cunha.

PARTICIPANTES E ORGANIZADORES DA
3ª COPA MARABÁ DE XADREZ NA AABB MARABÁ

Os jogos da 3ª Copa Sudeste tiveram início com a 3ª Copa Marabá realizado pelo Sistema Suíço em 05 rodadas adotando o Xadrez Rápido sendo prestigiada por 13 enxadristas, dentre eles Jackeline Iasmin S. Aguirre 912 anos) a Campeã dos JEP's - Regional de Marabá que fez belas partidas, jogando de modo muito cauteloso e seguro. Suas partidas receberam elogio da Professora Laura Souza Araújo.


FRANCISCO ARNILSON PRES. DO CXM, ERNILDO SOARES PRES. DA
AABB MARABÁ E MIGUEL ÂNGELO (CAMPEÃO)

Mas, o Campeão foi o Miguel Ângelo Quadros, enxadrista experiente que conseguiu êxito em todas as partidas disputadas. Aliás, segundo suas palavras, faltou muita gente boa neste campeonato, como é o caso do Pablo Salermo.


O Vice Campeão Adenildo Lima da Silva que volta aos tabuleiros com excelente resultado, perdeu apenas uma partida, justamente para o Campeão Miguel Ângelo. Será um grande atleta na equipe marabaense.


A terceira vaga da equipe marabaense ficou com o garoto Gustavo Martins Quadros. Jogou muito bem e conseguiu três vitórias. Perdeu apenas para Miguel Ângelo (campeão) e Adenildo (vice campeão).


A AABB patrocinou premiação até o 10º colocado. Os três melhores colocados receberam linda bolsa padronizada, comemorativa aos 40 anos da AABB Marabá. Foi sensacional, maravilhoso. Veja os detalhes técnicos da competição:




Parabéns aos integrantes da Equipe Marabá, representantes na 3ª Copa Sudeste do Pará. Valeu! Nossos agradecimentos aos Organizadores da AABBe aos participantes da Copa Marabá. Obrigadooo!



sexta-feira, 29 de junho de 2012

REGULAMENTO DA 3ª COPA SUDESTE DO PARÁ



Mais um desafio. Este é um dos grandes. Tentar movimentar o xadrez regional com jogadores de outros municípios. Vamos começar com Marabá e já temos um município se organizando. Falta ainda alguns detalhes.

Sabemos do interesse de outros municípios e a proposta da Copa Sudeste é bastante satisfatória, tendo em vista o baixíssimo custo de realização e a possibilidade de participação de enxadristas de ambos os gêneros e aberta a participação de qualquer faixa etária.

A Fase Final, ainda é cedo para acertar isto, mas, prevê a premiação de troféus, medalhas e em dinheiro. Tudo isso advindo das inscrições na Copa Sudeste (Final), revertida aos jogadores.

Então, chamamos a atenção dos municípios da região já participantes de outros anos, como: Abel Figueredo, Rondon do Pará, Redenção, Canaã dos Carajás, Parauapebas, Eldorado dos Carajás e Curionópolis.

Também ficamos felizes com a possibilidade de realização em outros municípios como Itupiranga, Nova Ipixuna, Jacundá, Goianésia, Tucuruí e Ourilândia do Norte.

Será uma grande alegria se conseguirmos repetir o sucesso das edições anteriores. Vamos aguardar para ver o que vai acontecer.

Segue o regulamento abaixo, revisado para este ano, com uma metodologia mais adequada à nossa realidade que, ao invés de ser devidamente emparceirado por equipe, será por jogadores, computando-se no final a pontuação dos atletas em suas respectivas equipes:


Regulamento Geral

Art. 1° : A 3ª COPA SUDESTE DO PARÁ DE XADREZ tem por objetivo estimular a prática do enxadrismo na região e apontar os melhores enxadristas e as melhores equipes municipais. Será promovida com a realização das Fase Municipais e Final.

Art. 2º : As COPAS MUNICIPAIS servirão para apontar os melhores enxadristas das cidades participantes.

Art. 3º : A 3º COPA SUDESTE apontará os melhores enxadristas individualmente e também por equipes. A competição será organizada pelo Clube de Xadrez Marabá que elaborará calendário com a participação das diversas cidades interessadas ou convidadas.

Art. 4° : Cada município realizará sua Copa Municipal, em conformidade com este regulamento geral, selecionando os 03 (três) melhores atletas para sua equipe, legítimos representantes do município na disputa da 3ª COPA SUDESTE DO PARÁ.

Art. 5° : As Copas municipais receberão o nome da Cidade. Assim, apenas para exemplificar, a Copa em Eldorado do Carajás será denominada de: COPA ELDORADO DO CARAJÁS.

Art. 6° : A participação dos municípios ocorrerá mediante convite ou solicitação de inscrição ao Clube de Xadrez.

Art. 7° : As inscrições dos participantes nas copas municipais serão de inteira responsabilidade de seus organizadores locais. Será permitida a participação de enxadristas de qualquer idade, sexo ou categoria, desde que atendam os termos deste regulamento.

Art. 8° : É permitida a participação de um mesmo atleta em mais de uma competição municipal, desde que este não esteja na condição de classificado em competição anterior. O atleta infrator será eliminado e substituído por enxadrista que o suceda na classificação, ou na impossibilidade, a equipe ficará desfalcada de um enxadrista..

Art. 9° : Serão obedecidas as regras da FIDE e da CBX em vigor e as constantes neste regulamento.

Art. 10° : As COPAS MUNICIPAIS serão disputadas adotando-se o software Swiss Perfect-98, com o tempo de reflexão de 21 minutos, promovidas conforme abaixo:

§ 1° pelo Sistema Schuring se o número de participantes for de até 07 participantes.

§ 2° pelo Sistema Suíço em 05 rodadas, de 07 até 21 participantes.

§ 3° pelo Sistema Suíço em 07 rodadas de 08 até 21 participantes.

Art. 11° : A 3ª COPA SUDESTE DO PARÁ será realizada no município de Marabá, em um único dia, com disputas individuais, com o tempo de 30 minutos de reflexão pelo Sistema Suíço ou Schuring de emparceiramento. As disputas ocorrerão conforme a seguir:

§ 1º – os atletas jogarão no modo absoluto.

§ 2° - os atletas da mesma cidade jogarão entre si até a 3ª rodada, sendo vedada após.

Art. 12° : Computar-se-á as pontuações ordinárias para a definição dos vencedores individuais.

Art. 13º : Para definição dos vencedores por equipes serão computados os resultados dos enxadristas por equipe. Aquela que acumular a maior pontuação será declarada vencedora.

Art. 14° : Critérios de desempates, seja para as COPAS MUNICIPAIS, seja para COPA SUDESTE, competidores individuais ou por equipes, conforme abaixo:

§ 1° - pelo Sistema Schuring

a) confronto direto;

b) Sonneborn-Berger;

c) Progress;

d) maior número de vitórias com as peças negras e,

d) sorteio.



§ 2° - pelo Sistema Suíço

a) Buchholz;

b) Median Buchholz;

c) Progress;

d) Número de vitórias com as negras e,

e) sorteio.



Art. 15° : O Comitê de Apelação será definido no congresso técnico, momentos antes do início das disputas. Ele será composto pelo diretor da competição e mais 3 jogadores representantes dos jogadores (sendo 2 titulares e 1 reserva), que apreciarão os recursos impetrados contra a arbitragem relativos a aspectos de natureza técnica, por escrito, num prazo máximo de 5 minutos após o término da rodada com base no regulamento ou regras oficiais da FIDE. O reclamante depositará a importância de R$ 100,00 (cem reais), que lhe será devolvido caso seja o vencedor da causa.

Art. 16° : O enxadrista que deixar de comparecer a 02 (duas) rodadas, seguidas ou alternadas, sem uma boa justificativa, será automaticamente eliminado da competição;

Art. 17° : De acordo com as determinações da FIDE, será terminantemente proibido fumar no recinto de jogo, portar ou usar telefone celular, mesmo sendo no silencioso, softwares ou aparelho de comunicação.

Art. 18° : Os atletas classificados para a final deverão confirmar sua participação com o pagamento de taxa no valor de R$ 30,00 (trinta reais).

Art. 19° : A premiação para as Copas Municipais poderão ser de troféus e medalhas, a cargo dos organizadores municipais.

Art. 20º : A premiação da 3ª COPA SUDESTE DO PARÁ será:

§ 1° - Individual: 1º lugar troféu e R$ (a definir); 2º lugar  troféu e R$ (a definir); 3º lugar troféu e R$ (a definir); 4º lugar     R$ (a definir) e 5º lugar R$ (a definir).

§ 2° - Por Equipes: 1º lugar troféu; 2º lugar troféu e 3º lugar troféu.

Art. 21º : Os casos omissos serão resolvidos pela direção da competição.

Art. 22°: Os organizadores deverão, na medida do possível adotar alguma das seguintes programações nas Copas Municipais:



Art. 23º : O organizador da 3º COPA SUDESTE DO PARÁ na medida do possível, deverá adotar alguma das seguintes programações:

Art. 24° : O Enxadrista que não participar do Congresso Técnico, independentemente dos motivos, se obriga a acatar integralmente, o que nele for decidido ou informado pela Organização e Arbitragem, do que, inclusive, não será aceito APELAÇÃO.

Francisco Arnilson de Assis
Árbitro CX. Marabá

quarta-feira, 27 de junho de 2012

PESQUISA APRESENTA SATISFAÇÃO COM OS JEP´S MARABÁ



Durante os dois dias 21 e 22 de junho, das competições dos Jogos Estudantis Paraenses, aproveitamos a oportunidade para fazer uma rápida pesquisa com as pessoas de várias cidades da Região de Marabá, notadamente a respeito do xadrez. Aliás, vocês devem estar achando estranha a expressão: Região de Marabá mas, o tempo todo convivi com a expressão Regional de Marabá. Cheguei a usar por várias vezes o que eu achava correto, Regional Sudeste. Mas, parece que o correto era realmente REGIONAL MARABÁ.


Participaram dos Jogos Estudantis Paraenses - Regional de Marabá 21 atletas de 08 municípios, descritos a seguir : 1- Marabá, 2- Parauapebas, 3- Jacundá, 4- Goianésia, 5- Curionópolis, 6- Xinguara e 7- Ourilândia.




PESQUISA REALIZADA NO DIA 21/06/2012


RESULTADOS:


A presentamos abaixo o resultado da pesquisa realizada no dia 21 de julho, quando acontecia a competição da Categoria A masculino e feminino, os questionários foram apresentados para jogadores e técnicos de xadrez, sendo 06 para o gênero masculino e 06 para o feminino. A distribui
cão ficou muito interessante pois, também tivemos 06 para o público maior de 18 anos e 06 para menores de 18 anos. Foi uma pesquisa expontânea, sem a obrigatoriedade de respondê-la e serviu para evidenciar o pensamento dos participantes quanto a organização e quem atua no desenvolvimento do xadrez nos municípios. Vamos ver maiores detalhes:




PERFIL DOS PESQUISADOS


MAIOR DE 18 ANOS
MENOR DE 18 ANOS

Totais
Masculino
Feminino
Masculino
Feminino
5
1
4
2
12
41,66%
8,33%
33,33%
16,66%
99,98%
50%
50%
100%




Pergunta 1
QUEM DESENVOLVE O XADREZ EM SUA CIDADE?


Secretarias
Políticos
Empresários
Voluntários
Clube
Totais
04
00
00
04
04
12
33,33%
00%
00%
33,33%
33,33%
99,99%


COMENTÁRIOS:
São vários os atores no Xadrez Regional. Isto tem a sua importância e precisa, ser trabalhado para que haja harmonia aonde houver mais de uma entidade promotora. Os dois precisam se manter em atividades e um não precisa do fim do outro. Olhando os resultados temos um maior envolvimento social por parte de voluntários e clubes que respondem por 66,66% dos trabalhos. A classe política por meio das secretarias municipais respondem por 33,33%.



Pergunta 2
EXISTE ALGUM PROJETO DE XADREZ EM SUA CIDADE?


Sim
Não

Totais
NA ESCOLA
NÃO TEM
NÃO SABE
05
06
01
12
41,66%
50%
8,33%
99,99%



COMENTÁRIOS:
A pesquisa apontou que 58,33% dos municípios não possuem projetos de xadrez. Outros números, 41,66% demonstran que há o apoio para o xadrez nas Escolas com maior envolvimento no Projeto Mais Educação. O município de Parauapebas tem a Secretaria de Esportes e Lazer que implantou o Departamento de Xadrez que impulsiona e desenvolve importante trabalho na cidade.



Pergunta 3
QUE AÇÕES O XADREZ PRECISA PARA SE DESENVOLVER EM SUA CIDADE?


Apoio do governo municipal e estadual
Torneios
Compra de materiais
Cursos e formação

Totais
08
01
01
02
12
66,66%
8,33%
8,33%
16,66%
99,98%


COMENTÁRIOS:

Cerca de 66,66% dos pesquisados apontaram que o xadrez precisa de apoio governamental para crescer, seja municipal e estadual na forma de ações sociais e educativas. Outros 16,66% apontaram que precisam de maior formação. Com apenas uma resposta, 8,33% apontaram que é importante a realização de torneios como forma de desenvolverem o xadrez municipal. Também com apenas um questionário (8,33%) dizeram que precisam de apoio na aquisição de materiais.



Pergunta 4
SUGESTÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO XADREZ


Implantação
Nas escolas
Condições
De trabalho
Realizar
Cursos
Eventos públicos
Não
Respondeu

Totais
04
03
02
01
02
12
33,33%
25,00%
16,66%
8,33%
16,66%
99,98%


COMENTÁRIOS:
O que fazer para desenvolver o xadrez? O melhor caminho para 33,33% das respostas é implantá-lo nas escolas aproveitando as estruturas escolares. Outros 03 questionários (25,00%) disseram que é aparelhar, dar condições as estruturas de trabalho existentes. Realizar cursos foi a sugestão de 16,66% das respostas e 01 questionário apresentou como sugestão a realização de cursos. Duas pessoas não responderam, representando 16,66% do percentual pesquisado.



Pergunta 5
SUGESTÕES DE MELHORIAS PARA O PRÓXIMO JEP’S


Cumprir Regulamento
Melhorar Premiação
Melhorar Alojamentos
Não
Resp
Usar esc. Part.
Internet

Por Equipe
Totais
02
01
03
02
01
02
01
12
16,66%
8,33%
25,00%
16,66%
8,33%
16,66%
8,33%
 99,97%


COMENTÁRIOS:

Na Escola Plínio Pinheiro havia uma reclamação constante da falta de água que foi sanado no decorrer da competição. Ouvíamos as queixas o tempo todo. Isto afetou a organização do Jep's quanto ao alojamento, ou seja, 25,00% das sugestões apontam para melhorias neste aspecto.


No Congresso Técnico Geral houve um acordo que contrariou o regulamento quanto a exigência de documentação dos participantes, principalmente para os atletas da categoria A. A decisão, em votação foi para que os atletas pudessem jogar apresentando a Certidão de Nascimento Original com uma foto 3x4. Os pesquisados, 16,66% sugeriram cumprir o estabelecido no Regulamento Geral dos JEP'S. 


Dois questionários (16,66%) apontam para o uso da internet e de e-mails, passando mais informações para os municípios Pólos e contato com os jogadores (por e-mail).


Dois questionários (16,66%) não foram respondidos.

Um questionário (8,33%) sugeriu melhoras na premiação. Consideram as medalhas ofertadas muito simples, muito aquém da importância dos JEP's.

Houve uma sugestão (8,33%) para que este certame pudesse usufruir de estruturas de Escolas Privadas.

Foi apresentada a sugestão, em um questionário (8,33%) para que os JEP's seja realizado por Equipes.


Pergunta 6
ORGANIZAÇÃO DOS JEP’S – XADREZ MERECE NOTA (não foi apresentada notas)


Nota 07
Nota 08
Nota 09
Nota 10
Totais
01
02
01
08
100%
8,33%
16,66%
8,33%
66,66%
99,98%


COMENTÁRIOS:

Os pesquisados responderam de próprio punho, voluntariamente, sem nenhuma explicação maior. Responderam que a organização dos JEP's - Xadrez mereceu nota 10 66,66% das resposta, ou seja, para oito pesquisados.


Dois questionários (16,66%) disseram que a organização mereceu nota 08. Com um nível de organização muito elevado.


Um questionário (8,33%) disseram que mereceu nota 09. E outro pesquisado (8,33%) disse que mereceu a nota 07.


Enfim, tivemos aprovação no trabalho realizado. Compartilhamos este resultado com todos os participantes, técnicos, pais e professores e, em especial, ao excelente trabalho da Árbitra Laura de Souza Araújo e o Professor Salatiel. Também compartilhamos com a 4ª Unidade Regional de Ensino que sempre esteve do nosso lado para apoiar em todas as providências necessárias.




PESQUISA REALIZADO NO DIA 22/06/2012
RESULTADOS

Esta pesquisa teve como foco principal o público adulto, em especial os técnicos e professores presentes. Desejávamos descobrir de que forma o xadrez pode crescer e se desenvolver nos municípios pesquisados e sobre a polêmica que aconteceu quanto ao número de participantes por categorias e naipes. Neste dia 22/06 tivemos os jogos da categoria B masculino e feminino. Tá curioso? Vamos aos resultados.



PERFIL DOS PESQUISADOS


Maior de 18 anos
Menor de 18 anos

Totais
Masc
Fem
Masc
Fem
07
01
01
00
09
77,77%
11,11%
11,11%
00,00%
99,99%
88,88%
11,11%
99,99%


COMENTÁRIOS:
O perfil aponta para para um público maior de 18 anos como foco principal, representando 88,88% dos pesquisados (08 pessoas) e apenas 01 pessoa menor de idade, o que corresponde a 11,11%. Estas pessoas possuem uma visão da realidade do xadrez em suas cidades, principalmente por serem responsável direta ou indiretamente por algum enxadrista.
Pergunta 1
O XADREZ TENDE A CRESCER SE FOR INCENTIVADO POR MEIO DE:


Departamento de Xadrez Escolar
Projeto Mais Educação
Projetos Municipais
Clubes
de Xadrez
Totais
01
01
06
01
09
11,11%
11,11%
66,66%
11,11%
99,99%


COMENTÁRIOS:

Queríamos saber qual o caminho para o crescimento do xadrez nos municípios. A pesquisa apontou que, 66,66% (06 pessoas) acreditam que esta missão é do governo municipal e deve acontecer por meio de projetos municipais.


Tivemos 01 questionário (11,11%) demonstrando que o caminho é por meio da criação do Departamento de Xadrez Educacional.


Um questionário (11,11%) aponta para o Mais Educação, que já acontece em algumas escolas.


E, por fim, apenas 01 questionário (11,11%) disse que esta ação deve ser implementada pela criação de Clube de Xadrez.



Pergunta 2
QUE COMPETIÇÕES DESEJARIA PARTICIPAR EM ÂMBITO MUNICIPAL (MARCAR 02):


Jogos Estudantis
Campeonatos Municipais
Campeonatos
Regionais
Campeonatos Estaduais
Totais
06
04
04
04
18
33,33%
22,22%
22,22%
22,22%
99,99%


COMENTÁRIOS:
Para esta pergunta foi dada a possibilidade de marcação de 02 duas respostas por questionário, daí, termos 18 respostas tabuladas.

A pesquisa apresenta que, todos os municípios devem promover os Jogos Estudantis Municipais, foram 06 respostas que corresponde a 33,33% dos questionários respondidos. Alguns municípios precisam pensar nesta política de esportes, principalmente beneficiando os praticantes do xadrez.

A realização dos Campeonatos Estaduais, foi indicado por 22,22%, ou seja, 04 questionários.

Em situação similar, 22,22% responderam que seria importante a realização de Campeonatos Municipais, criando parceria com as entidades existentes nos municípios.

Também foi indicado por 22,22%, ou seja, 04 respostas, que sejam promovidas Campeonatos Regionais, permitindo a troca de experiências entre as diversas cidades participantes.



 
Pergunta 3
A MELHOR MANEIRA DE DISPUTA DO XADREZ É: (MARCAR 01 RESPOSTA)

Categoria Livre
Sub-14 e Sub-17
Sub-12, 14, 16 e 18
Totais
00
04
05
09
00,00
44,44%
55,55%



COMENTÁRIOS:
A melhor estratégia para a realização de competições por categorias (Sub-12, Sub-14, Sub-16 e Sub-18 anos), segundo as respostas apresentadas corresponde a 55,55% das sugestões, ou seja, foram tabulados 05 questionários.

Outros 04 questionários (44,44%) apontam para a promoção das categorias Sub-14 e Sub-17 anos com 04 respostas, tal como é realizado os JEP´s.



Pergunta 4
VOCÊ ACHA MELHOR A PARTICIPAÇÃO NOS JEP´S COM:


01 Atleta p/ Naipe e Categoria
02 Atletas p/ Naipe e Categoria
04 atletas p/ Naipe e
Categoria
Totais
00
07
02
09
00,00%
77,77%
22,22
99,99%


COMENTÁRIOS:

Devemos considerar que procurávamos saber a opinião sobre os JOGOS ESTUDANTIS PARAENSES - ETAPAS REGIONAIS. Antes dos jogos houve um impasse por conta do número de participantes por categoria e gênero. Este problema aconteceu por conta dos Jogos Paraenses anterior, quando foi promovido com a participação de 02 atletas por categoria e gênero. Neste ano o regulamento determinou apenas 01 atleta. Esta pesquisa serve como parâmetro para avaliar a opinião dos participantes.


Com disparados 77,77% das respostas, a melhor maneira de disputa dos JEP´s seria com 02 atletas por categoria e gênero, isto está registrado nas respostas de 07 pessoas.


Outra afirmação da pesquisa aponta para a participação de 04 atletas com 22,22% dos pesquisados (02 questionários). Isto evidenciaria uma forma de disputa por equipe.



Pergunta 5
VOCÊ ACHA MELHOR A PARTICIPAÇÃO NO SUPER JEP´S (NAIPE E CATEGORIA):

01 atleta
02 atletas
03 atletas
Totais
00
08
01
09
00,00%
88,88
11,11%
99,99%


COMENTÁRIOS:

Quanto a realização dos SUPER JEP´s evento que envolve a participação dos Campeões das Etapas Regionais e acontece na Capital do Estado, novamente fica evidenciado o desejo da participação com 02 atletas por região, o que caracteriza a participação de 02 atletas nas Fases Regionais.


De 09 questionários tivemos 08 respostas (88,88%) apontando para a participação de 02 atletas na Fase Estadual, denominada de SUPER JEP´s.


Apenas 01 resposta (11,11%) sugeriram para que seja do modo atual, com apenas um representante de cadta Etapa Regional.


CONCLUSÃO:
A presente pesquisa não teve o objetivo de fazer críticas aos organizadores dos JEP´s e SUPER JEP´s. Serviu para mostrar o caminho que poderá ser seguido, segundo as sugestões apresentadas por jogadores, professores e técnicos.
Serviu para avaliar o grau de organização dos JEP´s REGIONAL DE MARABÁ o seu nível satisfatório de organização e possbilidades de melhorias.
A pesquisa responde a um desejo dos participantes e técnicos, para que seja realizado maior grau de inclusão social, isto é, com a participação de 02 atletas por categoria e naipe.
Concluímos agradecendo pela revelada satisfação de todos os pesquisados com relação a ETAPA REGIONAL DE MARABÁ. O sucesso é de todos!