domingo, 30 de janeiro de 2011

265 - BIG BROTHER BRASIL EM CORDEL

Reproduzo a crítica do cordelista baiano Antônio Barreto, publicada no sítio Vermelho: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=146395&id_secao=11 Republicado no sítio: http://altamiroborges.blogspot.com/2011/01/big-brother-brasil-em-cordel.html


Em Big Brother Brasil o cordelista baiano, Antônio Barreto, utiliza da literatura de cordel para satirizar o reality show produzido pela Rede Globo. Barreto critica a alienação imposta pelo programa e fala dos valores invertidos reproduzidos em rede nacional.


Big Brother Brasil


Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Lá está toda a família
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Da muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo herói, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.
Cadê a cidadania

Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal…
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal…

264 - BIG BROTHER BRA$IL - VALE APENA$$ PARA A REDE GLOBO

Transcrevo abaixo postagem do blog: http://suldopara.blogspot.com/ o qual apresenta um texto esclarecedor sobre o que se propõe com a realização deste programa semanal, o artigo foi postador pelo blogueiro João Carlos Rodrigues.


Mas, antes do texto do blogueiro, veja o que rola no BBB11, publicado pelo site UOL: http://televisao.uol.com.br/bbb/bbb11/ultimas-noticias/2011/01/30/lagrimas-bebida-em-excesso-e-pouca-roupa-marcam-a-madrugada.htm


Tudo começou com Diogo, que resolveu imitar as mulheres na festa anterior, e começou a passar doce no corpo das "sisters" para que os homens tirassem com a língua. Depois de fazerem a brincadeira com Michelly, Janaína e Paula, o coreógrafo foi atrás da 'ex' para saber se ela tinha ficado chateada com a brincadeira. Resultado: eles discutiram, se xingaram e foi um para cada lado chorar. Em seguida, o dançarino foi atrás da "sister" para resolver a situação, e ela acabou confessando para o baiano que foi molestada quando era criança.




Depois foi a vez de Paula chorar ao declarar para Jaqueline que a admira e gosta muito da dançarina. Pelo mesmo motivo Michelly voltou a chorar, dessa vez com Diana. Talula e Maria também fizeram declarações de amizade e companheirismo. Até o calado Rodrigão caiu no choro enquanto conversava com Igor e Cristiano.


O clima na festa esquentou e Diana, Diogo e Daniel fizeram um strip-tease para os outros "brothers". O coreógrafo foi o mais ousado e chegou a baixar a cueca e mostrar o bumbum. Cristiano jogou todo o seu charme para cima de Jaqueline e fez de tudo para ficar com a dançarina, mas ela fez jogo duro e não caiu na lábia do engenheiro. Já Diana foi mais esperta, e surpreendeu Rodrigão duas vezes com beijos na boca.


No final da festa Michelly precisou de atendimento médico, pois abusou na bebida e passou mal. Depois do susto com a promotora de eventos, alguns "brothers" ainda voltaram para a pista de dança para curtir o resto da festa.




“A VERGONHA


Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.


Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB 10 é a realidade em busca do IBOPE.


Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um “zoológico humano divertido”. Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.


Se entendi corretamente as apresentações, são 15 os “animais” do “zoológico”: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a “não sou piranha mas não sou santa”, o modelo Mr. Maringá, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar (essa é para acabar!!!).


Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.


Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?


Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados.


Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.


Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.


Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).


Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.


O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!


Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani, da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.


Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?


(Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores )


Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.


Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa...., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir.


Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.”

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

263 - ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA


CONVOCAÇÃO


O Clube de Xadrez Marabá, entidade sem fins lucrativos constituída com a finalidade de difundir o enxadrismo, considerando os termos do Estatuto Social, vem a público CONVOCAR TODOS OS ENXADRISTAS EM ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizada no dia 28 de janeiro do ano de dois mil e onze, a partir das 20h00 na Praça do Alvorada, na Folha 27, para a escolha da Diretoria e Conselho Fiscal, dando imediata posse aos mesmos. Estarão aptos a votarem e serem votados os sócios que sejam brasileiros, maiores de 18 anos, quites com a Tesouraria,



Data 28 de Janeiro de 2011 as 20h00 – Praça do Alvorada – Folha 27 – Nova Marabá


Francisco Arnilson de Assis

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

262 - FALTA DE INVESTIMENTOS SOCIAIS, PRINCIPALMENTE NA EDUCAÇÃO, ALAVANCA A VIOLÊNCIA NA REGIÃO

Francisco Arnilson de Assis


Texto base: Repórter André Santos
Jornal Correio do Tocantins - Marabá, PA
http://www.bancadigital.com.br/correiodotocantins/reader2/    


O Jornal Correio do Tocantins edição número 2159 de 13 e 14 de janeiro do corrente ano, faz o balanço geral das mortes do ano passado. Olha, não foi brincadeira, tem mortes de todos os tipos e as estatísticas crescem a cada ano.

Ao todo foram 438 mortes na região, por homicídio, de todo jeito: à bala, facada, paulada, machadada, espancamento, estrangulamento, chacina, estupro, pedrada e até, ato canibalesco. Figa!




RANKING DOS MUNICÍPIOS MAIS VIOLENTOS
A cidade de Marabá lidera o ranking da violência sem fim, são 382 mortes, vidas perdidas e muito sofrimento. A matéria contida no jornal além de muito bem redigida por André Santos demonstra a triste realidade a que estamos expostos, ao sangue. Todo o sangue derramado, 3.200 litros, quantidade suficiente para pintar a 21ª Seccional de Polícia (Superintendência Regional). É macabro!

O município de Parauapebas sobressai-se no segundo lugar do ranking com 119 mortes. O município de Itupiranga vem em seguida com 51 mortes.

Nos municípios participantes do ranking destaca-se a enorme quantidade de mortes:
303 por execução à bala; 105 à facada e12 à paulada.




ABRIRAM A BOCA E MORRERAM


Abrir a boca está cada vez mais perigoso. Negociar e não cumprir acordos verbais, xingar, chamar o colega de corno, de veado, ameaçar de morte e etc, resultou em pelo menos 05 mortes. O jogo da morte!


Foram 40 mortes por negociatas com o tráfico de drogas. Houve a morte de delegado, de gente de bem e de má índole, de pais de famílias, professores, comerciantes, funcionários públicos, crianças e inocentes, muitos e muitos traficantes de drogas. Muita violência e selvageria nas mortes executadas. Jovens executados com até 20 tiros ou estraçalhados com até 17 facadas. Vamos fugir desta brincadeira!?


O VALE TUDO DA MORTANDADE


Cerca de 47,77% das mortes na região foram registradas em Marabá, 382 mortes. Morreram 328 homens e 54 mulheres e, haja bala para todo o lado, foram 152 mortes à bala e 62 a facadas, 5 à paulada, 3 por espancamento, 2 por estrangulamento e 1 por pedrada. O que fazer?



CEDO DEMAIS


O jornal esclarece que os registros foram levantados com base em necropsias do IML e em crimes registrados pela equipe de Reportagem Policial e quem mais perderam vidas pertencem à juventude ou indivíduos que mais perdem a vida. No ano passado foram 120 os sepultamentos de jovens com idade entre 18 e 29 anos. É talento desperdiçado!

A maioria dos assassinatos foi realizada por pessoas montadas em motocicletas, quase sempre, crimes sem soluções. Segundo a matéria jornalística, vigora a lei do quem com ferro fere, com fogo será ferido. Só em Marabá foram 152 mortes por bala e outras 62 por facadas. Cuidado!



OS BONS MORREM JOVENS
Renato Russo


É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais


Quando eu lhe dizia
Me apaixono todo dia
É sempre a pessoa errada
Você sorriu e disse
Eu gosto de você também
Só que você foi embora...
Cedo demais!


Eu continuo aqui
Meu trabalho e meus amigos
E me lembro de você
Em dias assim
Dia de chuva
Dia de sol
E o que sinto não sei dizer...


Vai com os anjos
Vai em paz
Era assim todo dia de tarde
A descoberta da amizade
Até a próxima vez...


É tão estranho
Os bons morrem antes
Me lembro de você
E de tanta gente que se foi

Cedo demais!
E cedo demais...


Eu aprendi a ter
Tudo o que sempre quis
Só não aprendi a perder
E eu que tive um começo feliz...
Do resto não sei dizer
Lembro das tardes que passamos juntos
Não é sempre mais eu sei
Que você está bem agora
Só que neste mundo
O verão acabou.


Cedo demais!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

261 - O XADREZ PODE MELHORAR A EDUCAÇÃO NO BRASIL

 XADREZ É UMA FERRAMENTA PEDAGÓGICA NECESSÁRIA


Por Francisco Arnilson de Assis*
Breve conclusão sobre a Educação e o Jogo de Xadrez, com base nos artigos postados no blogger, de setembro de 2010 a janeiro de 2011, sobre o uso de drogas, violência e qualidade do ensino.


Após publicarmos uma série de artigos, sobre assuntos preocupantes para a sociedade, relacionados com a educação brasileira e em especial da cidade de Marabá, como: violência nas escolas; uso de drogas e suas conseqüências; o xadrez e a educação; e a avaliação geral do ensino conforme estatísticas do IDEB; com a apresentação do ranking das escolas públicas municipais de 1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, fica uma certeza, caminhamos para uma dura realidade da sociedade local, com muito mais violência, mais consumo de drogas, evasão escolar, enfim, o caos. 
 

Se o sistema educacional é secularmente o mesmo e, ainda assim, faltam investimentos e novas propostas, neste modus operandus, continuaremos com uma educação que não avança e uma sociedade atrasada.


Nós acreditamos que o Xadrez precisa estar presente nas escolas brasileiras, principalmente naquelas de ensino fundamental, pois, trata-se de uma ferramenta pedagógica fundamental, presente nas escolas dos países desenvolvidos.


Os temas correlacionam-se com a educação e o xadrez, pois, basta conversar com um praticante comum ou com um pedagogo que pratica o xadrez para se convencer dos inumeráveis benefícios que serviriam para dar um forte empurrão em nossas crianças. E por que não vemos uma estratégia que utiliza o xadrez e outras atividades afins para melhorar a qualidade da educação, considerando que existe a proposta do PNE de implantar o ensino integral nas escolas brasileiras?


Muitas nações para se desenvolverem investiram na educação e hoje colhem os resultados. No Brasil, no Estado do Pará e na Cidade de Marabá a educação não faz parte de uma estratégia prioritária de desenvolvimento humano e social, de formação de cidadãos, de mão de obra e acesso às universidades e ao mercado de trabalho. Quem tem mais condições financeiras, fruto de estudos, coloca os seus filhos em escolas particulares onde não se reclama de salários baixos, de greve de professores e qualidade do ensino e nem do mal uso dos recursos do FUNDEB. O resultado que colhemos na educação pública é visível, está nas praças públicas cheias de usuários de drogas, nos presídios superlotados, nos jornais televisivos e impressos com carregadas doses de sangue.


Hoje, posso dizer, a educação serviria para solucionar muitos problemas com os quais o país enfrenta e nossa cidade também, desde o caos social provocado por esta sociedade de exclusão, ao uso indiscriminado de drogas, da violência e uma maior consciência do nosso papel no planeta Terra, até um projeto de soberania nacional com a formação de profissionais capazes de alavancar a qualidade de vida e a progressão social.


Em nossa progressista cidade os educadores já estão preocupados com a falta de estrutura das escolas: sem bibliotecas, áreas de educação física, laboratório de informática e etc. Faltam escolas, faltam salas de aulas e faltam educadores. Como fazer educação se falta capital humano? Como vamos implantar o ensino com jornada ampliada? A educação está na base de tudo, na formação de todas as profissões. Quanto melhor for a qualidade do ensino de base, tanto será maior e melhor a qualidade de nossos profissionais e futuros governantes.


Se não estamos preparando a cidade, e o modelo de educação que temos já é deficiente para o atual momento, o que dizer desta realidade daqui a dois anos? E o que está sendo feito ou que se está pensando sobre a proposta de Ensino Integral contida no Plano Nacional de Educação? E quando chegar a explosão demográfica prospectada pelos grandes projetos siderúrgicos? Estes são tempos difíceis de uma triste realidade chutada para debaixo do tapete.


Porém, tudo deveria ter começado ontem, já perdemos muito tempo. Para realizar é preciso planejar o futuro, semear. Abrir a discussão com a sociedade civil, sem medo de perder espaço. A questão é grave. Não pode o Xadrez ficar de fora do contexto sócio-educacional por falta de conhecimento dos responsáveis pela Educação Municipal ou do Gestor Municipal. Não é isto que deve acontecer. É o contrário. É preciso abrir o coração e governar junto com o povo. Críticas sempre virão não tem jeito. O importante é que sejamos responsáveis por nossa cidade e pelas pessoas nelas residentes.


REFERÊNCIAS:
www.xadrezpirai.blogspot.com/2010/03/xadrez-e-o-profissional-de-educacao-fisica.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/08/plano-nacional-de-desenvolvimento-do.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/08/artigos-sobre-os-beneficios-da-pratica.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010_09_01_archive.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/10/o-ensino-de-xadrez-contribui-para-o.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/10-razoes-pelas-quais-as-criancas-devem.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/10-violencia-sem-fim-sem-solucao-o.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/10-os-efeitos-do-crack-no-organismo.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/10-razoes-que-levam-uma-pessoa-usar-drogas.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/11-alerta-cresce-violencia-nas-escolas.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/11-congresso-nacional-discute-mais-de-250.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/11-rio-de-janeiro-uma-cidade-reagindo.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/11/lula-falta-de-investimento-em-educacao.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-estados-do-norte-e-nordeste-piores-no.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-ranking-dos-estados-brasileiros.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-brasil-com-indices-de.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-pne-promete-ensino-integral-para-50-das.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-ensino-integral-avanca-no-pais-mas-fica.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-por-dentro-do-ibeb-qualidade-no-ensino.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-ideb-24-dos-municipios-estao-abaixo-da.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-melhores-escolas-de-maraba-6-ao-9-no.html
www.cxmaraba.blogspot.com/2010/12-melhores-escolas-publicas-de-maraba-do.html




*O autor possui Licenciatura Plena em Letras e Literaturas Vernáculas, é empresário e presidente do Clube de Xadrez Marabá

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

260 - OBRIGADO, CHEGAMOS A 7.000 ACESSOS

Graças a Você, nossos Parceiros, entre outros conseguimos a extraordinária marca de 7.000 visitantes.
É simplesmente empolgante! Quando se tem um blog na internet, é sempre uma alegria quando é perceptível que o público está gostando e cada dia que passa, mais e mais pessoas vão se reunindo para participar desse pequenininho lugar criado neste oceano infinito que é a internet.

Hoje completamos 7.000 acessos, mais uma prova que nossos leitores gostam daqui.

Não é fácil crescer na internet. É difícil as pessoas te acharem. Alguns acabam conhecendo através de recomendações de amigos, outros acidentalmente ao procurar alguma coisa no Google, outros usam links do blog em suas assinaturas, outros no orkut e assim por diante. Mas ainda assim é um lugarzinho de nada, que demora um pouco a crescer, é preciso dedicação, paciência e muita criatividade para ter um diferencial entre tantos e tantos sites e blogs na internet.

Eu gosto de pensar que o CXMARABA tem estas boas qualidades. Crescemos com calma, com dedicação e sempre pensando o que podemos melhorar e trazer de novo aos nossos leitores. Por isso só posso agradecer de coração a todo mundo que nos acompanha, obrigado mesmo!




CURIOSIDADES DO BLOGGER


VISÃO GERAL
30 é o número de visitas neste dia 12/01/2011 (até as 13h00);
70 é o número de visitas diárias recorde do blogger em nov/10;
398 é o número de visitas de janeiro (até as 13h do dia 12/01);
587 é o número de visitas do mês de julho/2010;
655 é o número de visitas do mês de agosto/2010;
1.170 é o número de visitas do mês de setembro/2010;
1.197 é o número de visitas do mês de outubro/2010;
1.961 é o número de visitas do mês de novembro/2010 recorde mensal;
1.075 é o número de visitas do mês de dezembro/2010.


POSTAGENS MAIS ACESSADAS
ARTIGOS SOBRE OS BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DO XADREZ
20/08/10 167 visualizações;
ALERTA: CRESCE A VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS BRASILEIRAS
13/11/10 164 visualizações;
GUIA PRÁTICO DE XADREZ HARRY POTTER
08/11/10 146 visualizações;
ERNESTO PAGLIA DO JORNAL NACIONAL NO AR
27/08/10 96 visualizações;
CX MARABÁ COMEMORARÁ 21 ANOS COM TORNEIO
07/10/10 90 visualizações;
ESCOLA LIBERDADE REALIZA SUA 1ª OLIMPÍADA
28/08/10 72 visualizações;
LEOLAR REALIZA TORNEIO DE XADREZ
24/02/08 61 visualizações;
COMO CRIAR UM CLUBE DE XADREZ ESCOLAR
15/09/10 58 visualizações;
VAI COMEÇAR OS JOGOS ESTUDANTIS DA CASTANHA
27/09/10 41 visualizações;
REUNIÃO BUSCA FORMAR DIRETORIA
24/06/10 38 visualizações.


VISITANTES INTERNACIONAIS
BRASIL 6.426
ESTADOS UNIDOS  197
PORTUGAL 139
CANADÁ 38
ALEMANHA 29
RÚSSIA 27
TURQUIA 27
REINO UNIDO 26
ESLOVÊNIA 22
HOLANDA 11


MUTO OBRIGADO!

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

259 - IDEB 2009: AC, CE E RO SÃO ÚNICOS DO N E NE - ENTRE OS 10 MELHORES

Acre, Ceará e Rondônia são os únicos representantes das regiões Nordeste e Norte entre os Estados que tiveram melhores notas no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2009. O índice, que vai de 0 a 10, foi calculado com base nos resultados da Prova Brasil, do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) e da média de aprovação dos alunos das séries iniciais e finais do ensino fundamental e do ensino médio.

A região Sul, por outro lado, é a única que têm todos os Estados entre os dez melhores resultados. Dos Estados da região Sudeste, o Rio de Janeiro só apareceu na lista de séries iniciais do fundamental e na região Centro-Oeste, o Distrito Federal é o único que aparece entre os melhores dos três níveis.

Apesar de o índice oferecer um retrato da educação no país, segundo a secretária de educação básica do MEC (Ministério da Educação) Maria do Pilar Lacerda, não é possível comparar o nível de ensino entre um Estado e outro, uma vez que cada um deles apresenta fatores que vão influenciar individualmente na qualidade da educação, tais como índice de analfabetismo e acesso a escolas. "Ter três Estados do Norte e Nordeste entre os melhores já é um dado interessante: significa que começamos a ganhar fôlego", ressalta.


De acordo com dados do Ideb, nos anos iniciais do ensino fundamental (até a 4ª série), Minas Gerais e Distrito Federal tiveram a melhor média: 5,6. Em seguida, vêm São Paulo (5,5), Paraná (5,4), Santa Catarina (5,2), Espírito Santo (5,1), Goiás, (4,9), Mato Grosso (4,9), Rio Grande do Sul (4,6) e Rio de Janeiro (4,7).


De quinta a oitava série, São Paulo e Santa Catarina foram os mais bem colocados, com nota 4,5. Em seguida vêm Distrito Federal (4,4), Mato Grosso (4,3), Minas Gerais (4,3), Paraná (4,3), Acre (4,1), Rio Grande do Sul (4,1), Mato Grosso do Sul (4,1) e Espírito Santo (4,1).


No ensino médio, a região Sul teve os melhores resultados: Paraná ficou com média 4,2; Santa Catarina, 4,1; e Rio Grande do Sul, 3,9. Minas Gerais e São Paulo vêm em seguida, com 3,9, seguidos de Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, com 3,8. Rondônia (3,7) e Ceará (3,6) fecham a lista.

Até 2021, o governo espera que os níveis fundamental e médio atinjam a nota 6 - média da educação nos países membros da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), que participam do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos, em inglês), tais como Alemanha, Canadá, Estados Unidos, Suécia, Finlândia, Coréia do Sul, Japão, Uruguai, Brasil, México e Rússia, dentre outros.
 
"Tenho muita convicção que vamos atingir as metas para 2021 porque percebo muito fortemente envolvimento e comprometimento dos profissionais. O MEC tem se articulado com os Estados e municípios para isso", diz Maria do Pilar.


Vocês viram, o Estado do Pará não apareceu entre os 10 melhores. TÁ DIFÍCIL...


Referencia: http://educacao.uol.com.br/ultnot/2010/07/05/ideb-2009-acre-ceara-e-rondonia-sao-unicos-do-n-e-ne-no-ranking-de-melhores-por-estado.jhtm

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

258 - MELHORES ESCOLAS PÚBLICAS DE MARABÁ DO 1º AO 5º ANO


O Clube de Xadrez continua levantando o tema da Educação, mostrando a realidade do ensino em Marabá. Desta feita vamos mostrar uma radiografia das Escolas de Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano. O presente levantamento coloca em ordem descrescente, uma espécie de ranking, as notas do IDEB - Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico, divulgado pelo MEC/INEP em julho de 2010.
Se você vai colocar o seu filho na Escola, nas séries iniciais, é bom ficar bem informado e não sofrer depois.

Este ranking não representa uma classificação oficial, pois não existe, o Governo Federal e a Secretaria Municipal de Educação não tem essa pretensão. Serve apenas para tentar compreender se o ensino é de qualidade ou não e quais são as escolas que tem se saído melhor nas avaliações do MEC. Fique de olho!
As três melhores Escolas de Marabá, apresentaram melhorias contínuas, revelando uma correta postura da direção, professores, alunos e pais, visando a qualidade do ensino, cujo meta do MEC está prevista para ser alcançada no ano de 2020 é de notas a partir de 6,0.


Algumas escolas vem aumentando suas notas. Entre estas destacamos a EMEF DUQUE DE CAXIAS que obteve a melhor nota de 2009:
4,0 em 2007 e
5,5 em 2009.


A EMEF ELINDA SIMPLÍCIO COSTA também vem crescendo continuamente suas notas: Obteve as seguintes notas:
3,9 em 2005,
4,3 em 2007 e
5,1 em  2009.


EMEF BASÍLIO MIGUEL DOS SANTOS também vem numa excelente ascendência, com as seguintes notas:
3,1 em 2007,
4,1 em 2007 e
5,0 em 2009. 


Estas são, portanto, as melhores Escolas Públicas do 1º ao 5º ano, dígnas de ofercer ao seu filho um ensino bem próximo do que se chama de Ensino de Qualidade.


A próxima avaliação do IDEB será no ano de 2011 e apresentado no ano de 2012. Assim, quem ficou mal na "foto" deve fazer algo para mudar esta triste realidade.


A média municpal é nota 4,0 e, no entanto, temos muitas escolas que apresentaram notas abaixo da média. Com a nota máxima é 10,0 estas escolas para se tornarem mais atraentes precisam de muito trabalho de superação, do contrário, poderá piorar com o aumento da evasão escolar ou até na redução do número de alunos ingressantes.


Os pais, responsáveis por seus filhos, também pode se tornar um importante protagonista nesta articulação. Devem, portanto, procurar a direção da escola de seus filhos e ver o que pode ser feito.


Algumas escolas, de fato, com notas abaixo de 3,0 devem receber maior atenção, também, do poder público, pois as notas estão muito baixas. Entre elas: Rachel de Queiroz, Carlos Marighella, Adelaide Molinari, Faixa Linda, Geraldo Luiz Gonzaga e Rui Barbosa.


Finalmente, vamos procurar fazer um comentário sobre o desempenho das Escolas de Marabá dentro do IDEB. Pelo menos uma certeza, mudar a merenda para uma refeição escolar não é capaz de provocar uma grande mudança no rendimento mental e intelectual dos alunos




SAIBA MAIS SOBRE O IDEB
É o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi criado pelo Inep em 2007 e representa uma iniciativa pioneira de reunir num só indicador dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações.


Ele agrega ao enfoque pedagógico dos resultados das avaliações em larga escala do Inep a possibilidade de resultados sintéticos, facilmente assimiláveis, e que permitem traçar metas de qualidade educacional para os sistemas.


O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb – para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios. O IDEB é realizado apenas em Escolas Públicas. Paa as Escolas Particulares, o SAEB é amostral.