sexta-feira, 16 de julho de 2010

168 - REGIONAL NORTE SERÁ EM AGOSTO

O Regional Norte de Xadrez Escolar, evento oficial da Confederação Brasileira de Xadrez, aberto às escolas públicas e particulares da região Norte, poderão participar alunos do 1º ao 9º ano do Fundamental e do 1º ao 3º ano do Médio, de ambos os sexos.




Segundo informações não será cobrada taxa CBX pois, também, não valerá rating da Confederação, sendo cobrada apenas a taxa por aluno inscrito.




O certame servirá para apontar os campeões individuais e as escolas campeãs do Regional Norte de Xadrez Escolar 2010, do Ensino Fundamental e Médio, terá como sede a cidade de Ananindeua, mas,ainda não foi divulgado o local dos jogos.




As inscrições será R$ 15,00 (nível fundamental) e R$ 20,00 (nível médio) até o dia 11/08. Após esta data dependerá de decisão da organização do evento e o acréscimo de taxa de R$ 10,00.




A programação sugerida é a seguinte:


Dia 14/08
10h30 - Congresso Técnico
11h00 - 1ª rodada
14h00 - 2ª rodada
16h30 - 3ª rodada




Dia 15/08
08h30 -  4ª rodada
11h00 -  5ª rodada
14h00 -  6ª rodada
16h30 - Premiação e Encerramento




Os interessados devem entrar em contato com o CX Marabá para vermos a possibilidade de participar-mos representando nossas escolas e a cidade de Marabá. Informações: 94 8166 1616 - e-mail: cxmaraba@yahoo.com.br - Arnilson

167 - INICIAM-SE OS TRABALHOS PARA FORMAÇÃO DA DIRETORIA

O Clube de Xadrez Marabá existe há mais de 20 anos e tem em seu currículo atividades que vão desde a categoria de base e tem realizado competições importantíssimas. Campeonatos Municipais, Estaduais, Regionais e Nacionais.


Trabalhos sociais como o Xadrez na Praça, Xadrez na APAE, participação no Ação Global, Esporte e Cidadania, além de oficinas para aproximadamente 400 escolares.


Tem apoiado o ensino de Xadrez em muitas escolas de Marabá e a Escola Getúlio Vargas no município de Itupiranga e de manter contatos com diversas prefeituras da região.


Como se vê é um trabalho extenso e que precisa de equipe para mantê-lo em ação. Daí nossa proposta de escolher os novos dirigentes para o biênio 2010/2012. Talvez o trabalho não se concretize em apenas uma reunião. Talvez precisemos fazer novos contatos, novas pessoas, não necessariamente enxadristas.


A composição terá os seguintes cargos:


Diretoria
Presidente
Vice-Presidente
Primeiro Secretário
Segundo Secretário
Primeiro Tesoureiro
Segundo Tesoureiro
Diretor Social e,
Diretor de Relações Públicas


Conselho Fiscal
Titular
Titular
Titular
Suplente
Suplente
Suplente


A reunião para tratar deste assunto será realizada neste 16/07/2010 às19h30 na Sede da APEME, sito a Folha 22 quadra 17 Lote 07 - Nova Marabá - tel. 3322-1894.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

166 - AO MESTRE COM CARINHO

O Amigo Mário Cardoso visitou o nosso pôster e deixou um e-mail onde apresenta números sobre o trabalho que desenvolve visando a implantação do Xadrez nos estabelecimentos de ensino. O Professor (na foto ele está sentado) coordena o Projeto Xadrez Escolar, dentro da SEDUC e, por meio de muitos esforços e amor ao trabalho que faz apresenta um balanço de suas ações, veja o seu relato:




Arnilson, você sabe da admiração que tenho pelo seu trabalho, pela sua luta pelo xadrez. Agora você não pode deixar de enxergar o que está sendo feito no estado do Pará com o Projeto Xadrez Escolar.


Distribuímos mais de 3.000 tabuleiros de xadrez, capacitamos aproximadamente 2.500 professores e você acha que o Xadrez Escolar não está funcionando? Reconheço que a sua região é prejudicada, sendo que eu sou muito pequeno para resolver este problema, nós estamos com um curso de Xadrez Escolar marcado para Canaã ou Marabá de novo. Agora quando você passar um e-mail para esse povo todo, fale das coisas boas que o Projeto Xadrez Escolar está fazendo em todo o Estado.


As suas críticas têm fundamento, porém não vivemos apenas de críticas vivemos também de elogios.


Conto com sua ajuda no curso que vamos ministrar aí.


Professor Mário Cardoso




Este depoimento é importante. Reconheço a grandeza de pessoa, de caráter e do enorme coração do Professor Mário Cardoso. As críticas feitas por este poster foram dirigidas aos Jogos Estudantis Paraense, mais especificamente aos organizadores da modalidade: xadrez. E, o professor Mário Cardoso não tem nenhum envolvimento neste evento, mas, se tivesse, a coisa seria bem diferente, para melhor é claro.


De antemão tenho o Mário como um irmão mais velho, mais experiente, mais determinado, a quem dedico-lhe muito respeito e carinho. Também reconheço a dimensão do trabalho que realiza nas mais diferentes Escolas do Estado do Pará e, como você não disse, eu vou dizer: após o treinamento dos professores, caberá as escolas manterem a pedagogia do Xadrez em seus estabelecimentos. E ainda, caberá aos dirigentes regionais maior esforço para que inúmeros professores, de diversas cidades possam participar dos cursos. A 4ª URE – Unidade Regional de Ensino terá a obrigação de convocar os professores sob sua jurisdição. Será uma prova de avaliação sobre o poder de articulação do novo gestor da 4ª URE. Vamos ver se passa no teste.


Enfim, eu sei que tenho um referencial e que você Professor Mário Cardoso tem um coração digno e dedicado ao esporte, sem igual no Xadrez Paraense.


Saiba mais sobre o Professor Mário Cardoso: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1102156-5598,00-JOGO+DE+XADREZ+MELHORA+RENDIMENTO+DE+JOVENS+EM+ALDEIA+INDIGENA+NO+PA.html

quarta-feira, 14 de julho de 2010

165 - DIAGNÓSTICO VISA CONHECER OS PONTOS FORTES E FRACOS DO XADREZ REGIONAL

Como temos a pretensão de promover ainda mais a difusão do enxadrismo local e regional, faz-se necessário conhecer melhor como andam os trabalhos nos diversos municípios. Sabemos que podemos ainda, contar com maior envolvimento do setor político e empresarial para a promoção das políticas de inclusão social e combate a violência, neste campo o xadrez agiganta-se na preferência das crianças, adolescentes e adultos.


Não é demais lembrar que existem diversas políticas públicas incentivadas pelos governos estaduais e federal, que muitas delas não chegam aos nossos municípios, vejamos: Escola Aberta, Segundo Tempo, Xadrez nas Escolas, Xadrez Escolar, Territórios da Cidadania, Criança Esperança, Amigos da Escola, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Mais Educação e etecetera, onde é possível a inserção do ensino pedagógico do xadrez. Também sabemos do mínimo esforço de nossos governantes municipais para a implantação destes programas, salvo algumas poucas exceções.


E, o que fazer para reduzir o enorme exército de crianças e adolescentes já devidamente perdidos para as drogas? E aqueles que estão em situação de risco, o que está sendo feito? E o Jornal Correio do Tocantins apresenta os números dos últimos 06 meses. Se a fama de violência existia, ainda permanece faminta por vidas. Convém lembrar trecho da música do Legião Urbana (Renato Russo e Marcelo Bonfá):


O Reggae


Ainda me lembro aos três anos de idade
O meu primeiro contato com as grades
O meu primeiro dia na escola
Como eu senti vontade de ir embora
Fazia tudo que eles quisessem
Acreditava em tudo que eles me dissessem
Me pediram pra ter paciência
Falhei
Gritaram: - Cresça e apareça!
Cresci e apareci e não vi nada
Aprendi o que era certo com a pessoa errada
Assistia o jornal da TV
E aprendi a roubar pra vencer
Nada era como eu imaginava
Nem as pessoas que eu tanto amava

Mas e daí, se é mesmo assim

Vou ver se tiro o melhor pra mim.
Me ajuda se eu quiser, me faz o que eu pedir
Não faz o que eu fizer
Mas não me deixe aqui
Ninguém me perguntou se eu estava pronto
E eu fiquei completamente tonto
Procurando descobrir a verdade
Nos meios das mentiras da cidade

Enfim, a elaboração deste diagnóstico visa montar uma política ou uma bandeira de luta pela implantação do Xadrez nas Escolas e maior difusão deste Esporte para a sociedade em geral. Temos consciência que precisamos fazer a nossa parte. Toda luta é feita de idealistas, de ideologias e, a nossa ideologia é o Xadrez, pelo menos eu acredito que o xadrez pode ser uma grande contribuição para esta sociedade que a cada dia perde mais e mais espaços para a violência.

Políticas públicas educacionas que promovam a arte, a cultura e o esporte, que possam adotar o regime da jornada integral retirarão uma quantidade enorme de crianças das ruas e o Xadrez está aí, a disposição das mentes bem intencionadas.

Vamos ter que incomodar e colocar o xadrez em nossas escolas. O futuro governante do Estado do Pará, nossos Prefeitos e Educadores, todos, deverão ser cobrados para conduzir boas políticas públicas sociais. A sociedade espera o fim de tanta violência. E o jovem precisa estar amparado por estes programas educacionais que lhe atenda através de uma jornada integral, com a oferta de ações recreativas, culturais, artísticas e esportivas. Juro que eu pensei no JEP´S. Mas, não vou voltar a este assunto. Já falei duas vezes neste blog.

terça-feira, 13 de julho de 2010

164 - SETE JOGADORES DE PARAUAPEBAS PARTICIPARÃO DO SUPER JEP´S



Ainda repercute as informações postadas neste pôster, sobre a realização dos JEP´S – Jogos Estudantis Paraense, realizado em Jacundá. Alguns reclamam a falta de divulgação nos ambientes escolares e outros solicitam informações sobre os resultados. E houve quem não concordasse com as críticas feitas pelo pôster que defende a prática do xadrez desde 1989 e tem conseguido levar o xadrez para vários municípios da região.
É difícil informar quando não se tem a informação precisa, colhida na fonte e, mesmo assim, sem informação oficial do Governo do Estado por meio do Núcleo de Esporte e Lazer da Secretaria de Estado de Educação – SEDUC o Clube conseguiu obter um pouco mais de informação que vai publicada em prol dos centenas de atletas participantes dos Jogos Estudantis Paraense.


A Fase Regional foi realizada em Jacudá, no período de 25 a 29 de junho. Para o Xadrez, nosso metiê, as disputas foram realizadas no dia 27 de junho (domingo), visando definir os dois representantes da modalidade nas categorias A (12, 13 e 14 anos) e B (15, 16 e 17 anos), masculino e feminino à disputarem o Super Jep´s que acontecerá no período de 11 a 15 de agosto.


As críticas postadas convenceram alguns de nossos visitantes-comentaristas no que tange os jogadores ficarem isolados em uma sala fechada. O nosso argumento, simples, porquê esconder o xadrez de pais, professores, alunos e imprensa? Como é que não temos uma foto das disputas? E, por que não houve um premiação? Também, por que não se fez a divulgação do evento nas escolas, na internet, nos jornais, rádios e tv´s? E agora, como saber o resultado se não foi publicado em nenhum veículo de comunicação?


Estiveram presentes alguns poucos municípios e no entanto, desconhecemos os motivos da ausência de Marabá. Como uma cidade do porte de Marabá pode ficar de fora de uma disputa estudantil tão importante como o JEP´s? Um absurdo que nunca será respondido, esclarecido. Falta de recursos? Não foi. A prefeitura gastou uma fortuna para montar seus estandes na Expoama.


Encerrando, nossos parabéns aos dirigentes esportivos de xadrez de Parauapebas, na pessoa do Secretário Anderson Moratório, Diretor do Departamento de Xadrez Francisco Araújo, Professor Márcio Laranjeiras, Carlos Alessander e Cláudio Luz dirigentes do Cavaleiros da Dama e a todos que de forma direta e indireta atuam na promoção do xadrez e aos atletas Darlene Assunção da EMEF Plácido de Castro e o aluno Bruce Kenneth da EMEF Faruk Salmen, classificados nas categorias A (sub-12,13 e 14) e B (sub 15, 16 e 17 anos) respectivamente.


O Professor Márcio Laranjeiras encaminhou e-mail complementando as informações postadas e, aponta a relação dos municípios participantes, Parauapebas, Marabá, Jacundá, Goianésia, Eldorado, Abel Figueiredo. Mesmo aprovando a realização do certame, o blog também, o professor apresentou algumas deficiências ocorridas que espera vê-las superadas no próximo JEP´S. Segundo o mesmo, a fortíssima delegação de Parauapebas foi representada pelos alunos:




SUB-14 - MASCULINO:
Artur Souza 5º - Não foi classificado
BRUNO MAURO VALENTE – Classificado em 1º lugar




SUB-14 - FEMININO
DARLENE ASSUNÇÃO - Classificada em 1º lugar
NICOLLY - Classficada em 2º lugar


SUB-17 - MASCULINO
BRUCE KENNETH - Classificado em 1º lugar
WIGOR DA PAZ - Classificado em 2º lugar
























SUB-17 - FEMININO
MARINA FICK – Classificado em 1º lugar
VITÓRIA BONFIM – Classificada em 2º lugar


Das oito vagas ofertadas, quatro para o masculino e quatro para o feminino, o município de Parauapebas obteve sete. A outra vaga ficou para um aluno de Goianésia. O Clube registra mais uma vez os parabéns aos atletas e seus professores. Aliás, nosso reconhecimento vai para o Professor Márcio Laranjeiras que conseguiu participar e obter a classificação dos atletas: Bruno Mauro Valente, Nicolly, Wigor da Paz, Vitória Bonfim e Marina Fick.  Tornando o município de Parauapebas uma potencia no Xadrez Estudantil.


Aos enxadristas o Clube de Xadrez Marabá deseja enorme sucesso nos Super Jep´s.