sexta-feira, 18 de junho de 2010

157 - OS CAMPEÕES DE ITUPIRANGA






O Clube de Xadrez Marabá esteve presente à bela cidade de Itupiranga, região Sudeste do Estado, para promover o 3° Torneio de Xadrez da Escola Getúlio Vargas. A Escola está situada na Vilinha, distante 8 km da sede do município e tem como administradores o Professor Jorge Washington como diretor e a Professora Maria Aparecida como coordenadora pedagógica e ainda o excelente professor de Educação Física Arionaldo. A Escola inovou e introduziu o xadrez em suas aulas.


A Cidade fica na margem da rodovia federal BR-230, conhecida por todos como Transamazônica que, para chegar ao município de Itupiranga, ainda temos que percorrer extenso trecho em estrada de chão, embora, vimos pelo caminho 05 veículos tapando alguns buracos no trecho asfaltado, dando a impressão de ser uma estrada bem cuidada que, aliás, não é. Então, percorrer este longo trecho pode causa sérios problemas aos veículos. Pelo menos três veículos, principalmente caminhões, foram encontrados ao longo do caminho, sem contar a enorme poeira que deixa tudo invisível. Eita estradinha sem pai nem mãe. Arre.


O Torneio contou com a participação expressiva de 26 alunos da 2ª a 8ª série, promovido pelo sistema suíço, de forma manual, em 05 rodadas com o tempo de reflexão de 15 minutos. Os vencedores da 1ª e 2ª versões, Aldo César e Alexandre Brito estiveram ausentes, o primeiro, tinha saído para a roça e não voltou a tempo e o segundo, por não ser mais aluno da escola não pode participar.


O mais novo campeão é o atleta João Gomes Vieira Filho, tem apenas 12 anos, cursa a 6ª série do ensino fundamental e levou para casa o troféu personalizado com a bandeira do município. O jovem atleta tornou-se campeão invicto ao vencer aos seguintes adversários: Alessandra Santos, Marquivan Cruz, Marcelo Chaves, Marcos Chaves e Josué Paiva Silva.


O vice campeão foi o atleta Josué Paiva da Silva, tem 18 anos de idade, cursa a 8ª série. Perdeu apenas a partida que disputou com o vencedor do torneio. Venceu aos atletas: Anélio Santos, Tiago Silva dos Santos, Wilas Santos da Silva e Yuri Silva Souza. O vice campeão recebeu medalha como premiação.


O terceiro lugar foi o atleta Tiago Silva dos Santos, tem 18 anos de idade e cursa a 7ª série do fundamental. Conseguiu 4 vitórias e perdeu apenas na 2ª rodada para o 2° colocado. Derrotou aos atletas: Fernanda S. Conceição, Daniel Izidório, Jonathan S. Souza e Anécio Silva dos Santos. Perdeu apenas uma partida, foi na 2ª rodada para o forte Josué Paiva da Silva, vice campeão. E recebeu a medalha do torneio.


O quarto colocado foi o atleta Alexandre Carpegiani, aluno da 5ª série e tem apenas 10 anos de idade. Logrou êxito diante dos seguintes atletas: Jarlan Moreira, Yuri Silva Souza, Vinícius Marques e Marcelo Costa Chaves. Perdeu na 1ª rodada para o forte Jonathan S. Souza. Também recebeu bela medalha do 4° lugar.


O atleta Augusto Mirair Costa ficou na quinta colocação. Ele tem 16 anos de idade e cursa 8ª série do ensino fundamental. Venceu aos atletas: Davi Cavalcante, Kléber das Neves, Wilas Silva e Marcos Costa Chaves, perdeu apenas na 1ª rodada para Marcelo Chaves. Assim, também pôs no pescoço sua medalha.


Na sexta colocação tivemos o atleta Anélio Silva dos Santos, da 5ª série, de apenas 11 anos de idade. Jogou e venceu aos seguintes adversários: Fernanda Conceição, Marquivan da Cruz e Dalto Ramos. Teve um empate com seu irmão Anécio e perdeu apenas na rodada inicial para o atleta Josué Paiva, vice campeão. Também recebeu como premiação a medalha personalizada do evento.

156 - 3° TORNEIO DA ESCOLA GETÚLIO VARGAS É SUCESSO

Enfrentando todas as dificuldades que um esporte amador enfrenta, realizar um torneio de xadrez é deveras um feito incrível. Todas as forças de uma sociedade são convergentes para o senso comum e, conseqüentemente, oferecem o mesmo resultado. O apoio que o esporte poderia ter, também é convergente pois, o senso comum converge para a prática do futebol. O que fazer para mudar isto? Cada um assumir o seu ofício e pedir a Deus que ilumine o coração de todos para que possam ver algo mais além do senso comum. Como dizia o escritor brsileiro Nélson Rodrigues: "toda unanimidade é burra".


O pensamento de um organizador idealista, voluntário, comprometido em oferecer algo a mais aos seus pupilos é, nesta sociedade cada vez mais capitalista e individualista é algo muito nobre. Com essas palavras reconhecemos o trabalho do Professor Arionaldo. O trabalho do professor é acima de tudo humanitário. Não mede esforços para levar o melhor aos seus alunos. Seu esforço é tão grandioso que, ele mesmo, patrocina a premiação dos torneios realizados na escola aonde trabalha.

Também, merece reconhecimento o apoio prestado pela Coordenadora Pedagógica, professora Maria Aparecida que acredita na possibilidade de mudança de mentalidade, a partir do xadrez, de seus alunos.

O Diretor da Escola, Sr. Jorge Washington também incentivador do xadrez, diz que vê com bons olhos e acredita que a prática do xadrez trará benefícios que auxiliarão no melhor aprendizado em sala de aula.

O 3° Torneio da Getúlio Vargas vem superando todas as expectativas e se tornou modelo para outras escolas. Segundo o Professor Washington: vamos aproveitar que já temos o xadrez na Escola Getúlio Vargas e vamos apoiar os alunos da Escola Albertina Barreiros que possui mais de 1.500 alunos e um grupo de praticantes.

A Escola se vestiu de patriotismo ao ornamentar o salão de jogos com as bandeiras do Brasil, do Estado do Pará e do município de Itupiranga, aliás, a identificação das mesas, a confecção dos troféus e medalhas, tudo foi personalizado com a bandeira itupiranguense, numa prova de amor e civismo da Escola.