domingo, 27 de abril de 2008

034 - FASE SELETIVA DO MARABAENSE ABSOLUTO

Começa a Fase Seletiva do Campeonato Marabaense de Xadrez na Categoria Absoluto. É o certame favorito dos mestres Antonio Carlos, Cleyton Maia, Gabriel Farias, Vinicius Carneiro e outros. O evento está marcado para os dias 17 e 18 de maio nas dependências da Escola Arte e Manhas na Rua Chico Mendes, Cidade Nova. Terá início a partir das horas e as inscrições poderão ser efetuadas, inclusive no local de jogos, até o início do Congresso Técnico.


A Fase Seletiva visa selecionar os 06 melhores enxadristas que garantirão o direito de disputarem a Fase Final que acontecerá no mês de outubro.


A novidade deste ano é o tempo de reflexão de 61 (sessenta e um) minutos e poderão participar inclusive não filiados ao CX Marabá, de ambos os sexos e de qualquer faixa etária.


As inscrições já estão abertas, é só falar com Francisco Arnilson 9955-2167 e pagar a taxa de apenas R$ 10,00 (dez) reais.

domingo, 20 de abril de 2008

033 - COPA REDENÇÃO ACONTECERÁ NO 1º DE MAIO

Distante cerca de 350 quilômetros da Cidade de Marabá e com uma população de aproximadamente 85 mil habitantes, o Clube de Xadrez Marabá e Clube de Xadrez de Redenção estarão promovendo a Copa Redenção de Xadrez 21”, etapa classificatória para a fase final da Copa Sudeste do Pará que será disputada no dia 15 de junho em Marabá.


O Clube anfitrião tem o Sr. Valderlane Freitas como presidente que conta com o apoio do governo municipal e da sociedade local. É o terceiro certame de xadrez promovido pelo Clube local com o apoio do CX Marabá. A prefeitura está apoiando o evento e inclusive dando apoio ao deslocamento dos dirigentes marabaenses. Parabéns à todos aqueles que apóiam o esporte e a inclusão social.

032 - SECRETARIA EXECUTIVA DE ESPORTE E LAZER XADREZ MARABAENSE

Pretendendo a realização dos Campeonatos: Paraense de Xadrez Sub-10, 12 e 14 anos em Marabá; Taça Cidade de Marabá; o Torneio Aberto de Marabá e o Torneio Aberto do Pará (em Marabá), foram protocolados ofícios na Secretaria Executiva de Esporte e Lazer – SEEL, do Governo do Pará.


Qualquer dirigente esportivo pode alimentar uma pequena esperança com uma mudança de governo, de pensar que o Esporte poderá cumprir sua missão: de promover a inclusão social e esperar que o Estado pudesse formalizar uma política de integração por meio do Esporte. Acreditamos. Ficamos muito esperançosos pela promoção dos eventos mencionados. Até que veio a primeira manifestação por escrito da Secretária Maria Lúcia de Macedo Penedo da impossibilidade de realizar o Paraense da Criança.


Outra manifestação foi realizada pelo setor de protocolo da Seel, por telefone, com o seguinte recado: “O Senhor deverá comparecer na Seel, com o CPF, para receber o patrocínio de R$ 500,00”. Não foi possível saber qual evento estaria sendo patrocinado. Questionado sobre o que deveria ser feito com o restante do dinheiro, após a viagem, o Sr. Odilon perguntou: “quanto é que vai sobrar?” Bom, concordou que esta importância não dava para nada e transferiu a ligação para o Setor Financeiro. Este setor informou que apenas pagava o valor aprovado pela Secretária. Recomendou que falasse com o pessoal do Gabinete da Secretária. Este informou que deveria falar com Otávio Carepa ou Lúcia Penedo, ambos ausentes.


Considerando a insignificância do solicitado para a promoção, apenas da Taça Cidade Marabá, R$ 2.480,00 e disponibilizado apenas R$ 500,00 descontando ainda as despesas de viagem não daria para nada. Se o governo espera ver o seu nome estampado como patrocinador ou apoio, com uma merreca dessas, é melhor desistir.


Poderia ficar calado diante de tudo isto. Mas, muitos pensam que fazer Esporte Amador é fácil. Não é. Não existe interesse político no Desporto. O município não coordena nenhuma atividade desportiva. O Estado não tem base em nenhum município do interior e, ainda assim, humilha e ofende com migalhas. Por isso não dá para ficar calado.

domingo, 13 de abril de 2008

031 - PORQUE NÃO ACONTECEU O MARABAENSE SUB-16/18?

É difícil encontrar apenas uma resposta. São muitas e começa mesmo por culpa do Clube, devido a sua pequena estrutura de base como: falta de recursos financeiros, diretoria, apoio institucional e etc. A divulgação, como é feita? Em primeiro lugar com a inserção no site; em seguida com o envio de texto para jornais; em terceiro lugar a midia televisiva e por último visitas as escolas com a entrega de material informativo.


Por outro lado, as escolas estão muito quietinhas, paradinhas. Incentivar o Xadrez deve ser sincero, deve ser uma ação contínua. Mesmo as escolas que tem a o xadrez como disciplina, vemos pouca participação e envolvimento nos eventos estudantis.


Quando o evento foi adiado (era para ser realizado nos dias 05 e 06 de abril) tinhamos naquele momento apenas 07 alunos inscritos. Foi marcado para os dias 12 e 13 de abril e fomos diretamente nas escolas: Anísio Teixeira; Darcy Ribeiro; Acy Barros; Santa Terezinha; Pequeno Príncipe; Caic e Disneylandia. Resultado: os mesmos inscritos. Por que será?


Se alguém acha pouco o que fazemos podem calcular a trabalheira que dá. Percorrer a cidade de ponta a ponta, dá quanto? Usar de carro próprio e gasolina, material gráfico, ir nas escolas, nas emissoras de televisão, pagar a confecção de medalhas e troféus...


O que queremos ao colocar esses detalhes é que, nada se faz na imobilidade, se queremos o melhor para nosso aluno, para nossa comunidade, nossa cidade, contribuir com redução dos milhares de meninos que perambulam pelas ruas só é possível com trabalhos de inclusão social. Ou a sociedade está pensando que a polícia vai resolver este problema?


Rouba-se em todas as ruas e em todos os lugares. Estamos ficando reféns. Estamos nos recolhendo em nossas casas. Muitas casas se parecem com fortalezas, tamanho é o medo dos bandidos.


Mesmo com todas as dificuldades estamos nesta caminhada há quase 18 anos e sempre faltou apoio, sempre faltou apoio continuado. Aliás, para que serve as Secretaria de Esportes municipais e estaduais? Para eles o Esporte nunca foi prioridade. Aliás, como disse o cientista social Daniel Brito no programa "Liberal Comunidade" e, 23/03/08: "A política de governo para o Esporte e Lazer é um fracasso". Concordo com ele, pois realmente não existe esta política.


A falta de tempo para promover as etapas de promoção de um campeonato vem impedindo a realização dos Campeonatos Marabaenses Sub-16 e Sub-18, desmarcados dos dias 05 e 06 e 12 e 13 de abril. Está difícil conciliar a divulgação nas escolas, divulgação na mídia escrita e televisada e depois coletar todas as inscrições. No mínimo 10 escolas precisariam ser visitadas por duas vezes, no mínimo. Também é preciso considerar a falta de pessoas para contribuírem e ajudarem. O tempo vai passando e os eventos e o esporte vai perdendo prestigio. Todas as pessoas que direta ou indiretamente estão envolvidos com o Xadrez, serão também responsabilizadas pelo enfraquecimento do Clube de Xadrez. Quem ganhará com o fim do Xadrez nas Escolas ou mesmo o Xadrez de Competição? Não se faz nada sozinho, seja para o bem ou para o mal.

quinta-feira, 3 de abril de 2008

030 - SELETIVA DO CAMPEONATO MARABAENSE ABSOLUTO - 26 E 27 DE ABRIL

O Campeonato Marabaense de Xadrez – Absoluto terá inicio nos dias 26 e 27 de abril, com a realização da Fase Seletiva que visa classificar os seis melhores enxadristas para a Fase Final que acontecerá nos dias 18 e 19 de outubro na Escola Arte e Manhas.
A Fase Seletiva acontecerá na Escola Arte e Manhas com o tempo de reflexão de 60 minutos e obrigatoriedade de anotação dos lances.


Poderão participar todos os enxadristas que pagarem a inscrição. A competição é aberta, não importa a faixa etária ou sexo do participante. A inscrição será no valor de R$ 30,00 com Francisco Arnilson pelo telefone 9955-2167.

029 - TORNEIO INTEGRAÇÃO NOS DIAS 19 E 20 DE ABRIL

Buscando integrar enxadristas de todas as categorias, antigos e novos, o Clube estará promovendo o Torneio da Integração no dias 19 e 20 de abril na Escola Arte e Manhas na Cidade Nova. Como se trata de uma competição aberta, com premiação em dinheiro, será cobrada uma taxa no valor de R$ 15,00 (quinze reais). Do valor arrecadado, 80% (oitenta) por cento serão revertidos em premiação aos três melhores enxadristas.


A competição dar-se-á pelo Sistema Suíço em 05 rodadas de 60 minutos, com obrigatoriedade da notação algébrica. A programação terá inicio no sábado (19) e domingo (20) a partir das 09h30.

028 - CAMPEONATOS MARABAENSES SUB-16/18 - 12 E 13 DE ABRIL

Mais dois Campeonatos Municipais de Xadrez Pensado é promovido em Marabá. Trata-se do II Festival Marabaense da Juventude composto dos Campeonatos Marabaenses Sub-16 e Sub-18nos dias 12 e 13 de abril, na Escola Arte e Manhas.


Os campeonatos municipais contarão com a participação de estudantes e praticantes em geral, de xadrez, nas seguintes categorias: Sub-16: para nascidos(as) em ou após 01.01.1992 e Sub-18: nascidos(as) em ou após 01.01.1990. Os organizadores estão abrindo a possibilidade da participação de atletas das demais categorias: Sub-14, Sub-12, Sub-10 e Sub-08 desde que no ato da inscrição façam a opção da Categoria que disputará.


A programação do dia 12 de abril terá início a partir das 09h30 com a realização do Congresso e seguirá até as 18h30 com o encerramento da 3ª rodada. No dia 13 de abril terá início a partir das 09h30 e prosseguirá até às 17h00 com o encerramento da 5ª rodada e entrega da premiação.


Os campeonatos adotarão a sistemática do Swiss Perfect em 5 rodadas com o tempo de 1 hora de reflexão para cada participante. Serão entregues troféus até o 3º colocado e medalhas do 4º ao 10º lugar.


Os participantes poderão fazer suas inscrições até o dia do evento ao valor de R$ 10,00 (dez reais) na própria escola ou com Francisco Arnilson pelo telefone 9955-2167.